Conheça 10 novas espécies descobertas em 2014

501 Visualizações

Passam-se os anos e a natureza continua se reinventando e surpreendendo. Em 2014, foram anunciadas 10 novas espécies em todo o mundo. Confira:

  1. Golfinho de água doce
Fonte: IFL Science

Quinta espécie de golfinho de água doce já registrada em toda a História, o Inia araguaiensis  foi visto no Rio Araguaia pela primeira vez no ano passado – por isso recebeu este nome. Essa foi a primeira vez que um golfinho de água doce foi descoberto desde a Primeira Guerra Mundial. Desde 1918, aliás, a região não identificava nenhuma espécie nova.

  1. Pseudo-escorpião
Fonte: IFL Science

Conhecido pela sua rica biodiversidade, o Grand Canyon abriga duas espécies de pequenos pseudo-escorpiões cegos. Embora tenham a parte dianteira do corpo como a de escorpiões comuns, a espécie possui uma extremidade arredondada no lugar da cauda com ferrão venenoso.

  1. Sapo de Nova Iorque
Fonte: IFL Science

Já imaginou encontrar um sapo no meio da cidade de Nova Iorque? Confundida com outros sapos similares, a espécie Rana kauffeldi foi descoberta no meio da selva de pedra norte-americana. O animal também é conhecido como sapo-leopardo, devido a sua pele cheia de manchas.

  1. Vespa “Harry Potter”
Fonte: IFL Science

Em 2014 uma vespa chamou a atenção de todo o mundo. Batizada de Ampulex dementor, a espécie nativa da Tailândia teve seu nome escolhido por uma votação realizada no Museu de História Natural de Berlim, na Alemanha.

O nome faz referência aos “dementadores”, guardas de uma prisão de alta segurança no livro “Harry Potter”, temidos por serem capazes de sugar a alma de suas vítimas com um “beijo”. A comparação acontece porque as vespas atacam suas presas do mesmo modo que os guardas: elas injetam na cabeça de outros insetos substâncias que as transformam em “zumbis”, para então levá-las ao seu ninho, onde serão devoradas.

  1. Supersonus
Fonte: IFL Science

Os gafanhotos são conhecidos por seu talento vocal, já que os machos se comunicam com as fêmeas a distância. Em 2014, uma espécie chamou a atenção pelo seu som agudo, que pôde ser ouvido por outros membros da espécie. O Supersonus, como é conhecido, emite uma chamada que atinge notas de 150 kHz, graças a uma estrutura em sua asa direita que vibra como um tambor, atuando como uma espécie de alto-falante. As frequências da maioria das espécies comuns variam entre 5 kilohertz (kHz) e 30 kHz.

  1. Cogumelo Marinho
Fonte: IFL Science

A espécie de “cogumelo” encontrada na costa australiana provou ser diferente das demais, já que não se encaixa em nenhum grupo do reino animal. Essa situação aconteceu pouquíssimas vezes nos últimos 100 anos.

  1. Louva-Deus
Fonte: IFL Science

Em março de 2014, um artigo revelou a presença de 19 novas espécies de Louva-Deus no reino animal, em oito países da América Central e do Sul.

  1. Baleia “Mergulho Profundo”
Fonte: IFL Science

O primeiro espécime da baleia foi encontrado há mais de 50 anos. Com cerca de 4,5 metros de comprimento, o animal é conhecido pelo bico pontiagudo, que resultou no nome Mesoplodon hotaula. Em 2014, testes foram feitos e comprovaram que a espécie é única e não pertence a nenhum outro grupo.

  1. Marriage Equality Snail
Fonte: IFL Science

Apelidada como Aegista diversifamilia, a espécie de caracol foi descrita pela primeira vez em 1884. Encontrado apenas em Taiwan, o animal, que é hermafrodita, foi nomeado em homenagem à comunidade gay, para lembrar da luta pelo reconhecimento dos direitos do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

  1. Aves ameaçadas
Fonte: IFL Science

Em julho de 2014, um dado alarmante foi divulgado pela BirdLife International: 361 novas espécies de aves foram descobertas e cerca de 1/4 destas espécies recém identificadas foram reconhecidas como ameaçadas.