Como funciona o ciclo do carbono na natureza?

25.117 Visualizações
Fotossíntese
Foto: arianaarimura

O carbono é o quarto elemento químico mais abundante em nosso planeta, que também possui grande importância para os seres vivos, pois faz parte de todos os componentes orgânicos vivos e mortos – não decompostos –, e inorgânicos, além de equilibrar o nosso processo respiratório sendo transformado em dióxido de carbono.

O gás carbônico se encontra na atmosfera e também dissolvido na parte superficial dos mares, oceanos, rios e lagos. É absorvido pelos vegetais através da fotossíntese, utilizando o dióxido de carbono do ar ou através dos carbonatos e bicarbonatos dissolvidos na água, da mesma maneira que as bactérias, que realizam a quimiossíntese, fabricando suas substâncias orgânicas.

Os compostos orgânicos mais comumente formados são os açúcares (carboidratos), e as plantas conseguem produzir proteínas e lipídeos. Os animais adquirem o carbono de forma direta ou indireta, através da alimentação por vegetais, por exemplo. O metabolismo desses animais é capaz de sintetizar e transformá-lo em novos tipos de produtos. No caso dos animais carnívoros, o carbono é absorvido através da alimentação dos herbívoros e assim sucessivamente.

O processo que remove o dióxido de carbono da atmosfera é conhecido como “sequestro de CO2”, como quando as plantas e os oceanos absorvem essa substância que é emitida por diversas fontes, como queima de madeira e combustíveis fósseis, decomposição animal, poluentes de fábricas e indústrias. No caso dos oceanos, podem ser classificados tanto como fonte ou como sequestro de CO2, pois o dióxido de carbono que está no ar, ao entrar em contato com a água se dissolve, porém ao mesmo tempo em que é dissolvido, volta a ser liberado na atmosfera. O equilíbrio entre esses dois processos depende de diversos fatores que mudam constantemente.

Como funciona o ciclo do carbono na natureza?

Existem três formas que fazem parte do ciclo do carbono:

• Através da respiração animal e vegetal;

• Da passagem para outros animais via cadeia alimentar;

• Ou pela decomposição animal e vegetal, voltando a ser dióxido de carbono.

Outro mecanismo que faz parte do ciclo é através da queima de combustíveis fósseis, como gasolina, óleo diesel e gás natural; e de florestas, ou ainda por atividades vulcânicas.

urbanização
Foto: jody_art

O carbono na natureza possui importância não apenas para regulação do ar e do clima, mas no fornecimento de combustíveis fósseis, cimento, pedras calcárias e outros materiais de construção; na reprodução de peixes e aumento da biodiversidade; na produção de madeira com efeito fertilizante nas plantas; e essencialmente nos alimentos consumidos diretamente pelos humanos ou indiretamente através dos herbívoros.