Você sabia que existe aquecedor solar de garrafa pet?

1.523 Visualizações
Aquecedor solar feito com garrafa PET
Foto: ferias.tur

Gerar energia através de meios recicláveis e ainda economizar no valor da conta de luz é o sonho de muitas pessoas e foi por essa razão que o aposentado catarinense, José Alcino Alano, resolveu criar seu próprio aquecedor solar. O efeito é obtido usando garrafas pet.

A ideia surgiu em 2002, mas foi em 2004 que o projeto de Alano ganhou reconhecimento nacional, depois que recebeu o prêmio “Superecologia”, concedido pela Revista Superinteressante. Gastando cerca de R$ 83,00 na época, além de 100 garrafas pet, canos de PVC e embalagens Tetra Pak, o catarinense da cidade de Tubarão montou um aquecedor que garantia água quente no chuveiro de casa.

O sucesso, a praticidade e o cunho socioambiental do projeto fizeram com que outros estados como: Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul apostassem em oficinas para ensinar a construção dos aquecedores.

O governo do estado de Santa Catarina firmou um convênio através da CELESC (Companhia Catarinense de Energia Elétrica) para propagar e difundir os aquecedores solares de garrafa pet por todo o estado, atualmente mais de 8 mil pessoas são beneficiadas com o sistema, que visa diminuir o consumo da energia elétrica tradicional.

Como construir um aquecedor solar com garrafa pet?

Você vai precisar de 100 garrafas, veja como é fácil fazer:

1. Lave bem as garrafas para eliminar todos os resíduos

2. Corte a base das garrafas

3. Revista as garrafas com as embalagens Tetra Pak

4. Passe os canos de PVC por dentro das garrafas

5. O sistema é ligado à caixa d’água da casa que transmite a água já aquecida para dentro da residência

Aquecedor solar feito com garrafa PET
Foto: megaron

Ao passar pelos canos, consequentemente pelas garrafas, a água chega a atingir 38°C em dias amenos e durante o inverno, já no verão pode atingir os 50°C. A economia na conta de luz é de aproximadamente 30% com o uso dos aquecedores feitos com pet.

O aquecedor pode ser usado para gerar energia para diversos aparelhos dentro de uma residência, porém, o aquecimento da água do chuveiro foi onde se destacou mais. Uma vez que este é um dos itens que mais gastam energia elétrica, cerca de 50% do consumo de uma casa gira em torno dos chuveiros.