Justiça libera construção no Parque dos Búfalos

444 views
Heber Biella Obra do Minha Casa Minha Vida vai abrigar cerca de 14 mil pessoas.

A região de manancial da Represa Billings está ameacaça. O Tribunal de Justiça de São Paulo liberou a construção de prédios populares na região do Parque dos Búfalos, que fica às margens da Represa Billings, Zona Sul de São Paulo.

O local de 830 mil metros quadrados possui várias nascentes que alimentam a Represa, mas agora vai agora abrigar 3.860 apartamentos de uma ação que faz parte do Minha Casa Minha Vida. O projeto deve custar cerca de R$ 380 milhões e terá capacidade de abrigar cerca de 14 mil moradores em quase quatro mil apartamentos.

A Prefeitura de São Paulo já havia pedido para construir na área, mas as obras haviam sido suspensas em fevereiro, por conta dos impactos ambientais do projeto. Um deles seria a redução do espaço permeável por onde a água infiltra, o que geraria processos de erosão e redução do volume da Represa Billings.

Em matéria veiculada no SPTV, os moradores contaram que nem o transporte público e nem a coleta de lixo conseguem atender a toda a população que atualmente vive no local. Portanto, não haveria estrutura para comportar mais gente.

SOS Mata Atlântica lamenta construção

Utilizada há anos como opção de lazer e recreação pelos moradores da região, o Parque dos Búfalos é uma das últimas áreas verdes na Cidade Ademar, zona sul de São Paulo. E a construção de moradia no local é um dos fatos que entristece e preocupa ainda mais quem luta constantemente pela preservação do meio ambiente.

“Não podemos continuar a conviver com um modelo de habitação que não contempla a proteção e a recuperação de áreas verdes e de mananciais como de interesse social. Preservar mananciais é garantir a prestação de serviços ambientais essenciais à população, como o próprio abastecimento de água”, alerta Malu Ribeiro, coordenadora da Rede das Águas da Fundação SOS Mata Atlântica.