Como realizar o descarte de medicamentos vencidos corretamente?

1.318 Visualizações
Remédio
Foto: Pixabay

Se sua caixa de remédios está cheia de medicamentos vencidos e você não sabe o que fazer com eles, não se preocupe. O Pensamento Verde explica como descartá-los de maneira correta sem prejudicar o meio ambiente, evitando a contaminação do solo e da água.

Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), no Brasil não existe regulamentação específica de abrangência nacional para o descarte de medicamentos vencidos, e sim iniciativas isoladas de alguns Estados preocupados com o destino final desses remédios.

Em outubro de 2013, a agência abriu um edital para que representantes de setores relacionados à fabricação e comercialização de medicamentos apresentassem sugestões de logística reversa, ou seja, a devolução desses resíduos para as empresas que os produzem.

Algumas cidades de São Paulo, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará e do Distrito Federal já se anteciparam e realizam o Programa Descarte Consciente em parceria com redes de farmácias. O site do Programa possui um campo destinado à localização dos pontos de coleta.

As recomendações para o descarte correto de medicamentos são:

• Os medicamentos nunca devem ser jogados no lixo comum;

• Sobras de remédios líquidos nunca devem ser despejadas na pia ou no vaso sanitário;

• Separe os medicamentos vencidos e aqueles que você sabe que não serão mais usados;

• Leve-os com suas respectivas caixas a uma das farmácias participantes do Programa Descarte Consciente;

Descarte de medicamento
Foto: lookfordiagnosis

• Siga as recomendações da estação coletora e deposite os materiais separadamente nos locais indicados;

• Nas estações coletoras podem ser descartados comprimidos, pomadas, medicamentos líquidos, sprays, caixas de remédios e bulas.

Além disso, a prefeitura de São Paulo recebe remédios vencidos em algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Já para o descarte correto de agulhas, seringas, lancetas, ampolas de insulina e fitas reagentes, o indicado é levá-los a um posto de saúde de sua cidade.