As propriedades e benefícios do gengibre

548 Visualizações
Fonte: Flickr / Leandro Bierhals Além de combater gripes e resfriados, o gengibre tem propriedades termogênicas que ativam o metabolismo do organismo.

O gengibre (Zingiber officinale) é uma planta medicinal reconhecida por suas propriedades digestivas além de inúmeros outros benefícios para a saúde. Na Índia, a especiaria é muito consumida diariamente no preparo de pratos e em chás para combater constipações, gripes e resfriados.

As propriedades terapêuticas do gengibre se devem à ação conjunta de várias substâncias, principalmente encontradas no óleo essencial do gengibre, rico nos componentes medicinais cafeno, felandreno, zingibereno e zingerona.

Na raiz do gengibre há grandes quantidades de ferro, cálcio e componentes como o paradol e o gingerol, um poderoso antioxidante e anti-inflamatório. Quando mastigada, a raiz fresca pode tratar dores de garganta.

Outro benefício consiste na aplicação do óleo de gengibre em torno da área do estômago que ajuda a melhorar a digestão, reduzir a flatulência e o mal-estar causado por diarreia. As gotas de óleo também podem ser adicionadas no banho para aliviar as dores musculares e das articulações.

Quem sofre com enjoos durante viagens pode tomar comprimidos ou cápsulas de gengibre. Já as mulheres grávidas costumam usá-lo para aliviar dores de estômago ou náuseas.

O gengibre também é rico em substâncias termogênicas que ativam o metabolismo do organismo e potencializam a queima de gordura corporal. Embora não exista uma quantidade adequada de ingestão estabelecida, estudos sugerem que benefícios podem ser alcançados com o consumo de 2 a 4 g de gengibre por dia.