Conheça o Primavera: um carro movido à energia solar

404 Visualizações
Primavera: um carro movido à energia solar
Foto: Luis Eduardo Noriega

Nos dias de hoje há uma grande preocupação com o meio ambiente e muitas tentativas de inovação são feitas, entre elas a criação de veículos inovadores e que prejudicam menos o meio ambiente.

O Primavera é um veículo movido a energia solar que foi desenvolvido por mais de 40 alunos da Universidade Eafit, na Colômbia. Pensando no meio ambiente, seu nome foi escolhido em homenagem à estação do ano mais predominante na cidade de Medellín, Colômbia.

Este veículo com aparência de um disco voador foi orçado em cerca de US$ 1 milhão, mas o projeto só foi concretizado porque os envolvidos acreditam na ideia de que a energia solar pode substituir os combustíveis fósseis, prejudiciais ao meio ambiente. Em pouco mais de 11 anos este projeto foi elaborado e finalizado, contando com a participação dos alunos e empresas públicas de Medellín.

Entre as empresas que participaram, esta a EPM, uma prestadora de serviços públicos de água, energia e gás, que patrocinou o projeto juntamente com o “Programa Para a Mobilidade Sustentável” do governo local.

Segundo Juan Esteban Calle Restrepo, CEO da EPM: “É tudo sobre a geração, armazenamento e uso eficiente de energia em sua forma mais limpa: a energia solar. Temos certeza de que esta experiência é o primeiro passo, em um país que acredita em seu futuro, para manter os esforços de coleta, a fim de alcançar o nosso objetivo e dar ao mundo uma criação que reflete as capacidades do povo colombiano”.

Este carro pesa 350 kg, possui 4,5 metros de comprimento, 1,70 metros de largura e 1,10 metros de altura. Sua aerodinâmica proporciona um melhor desempenho nas pistas, economiza combustível e pode chegar a 120 km/h.

O Primavera participou do Desafio Mundial de Energia Solar na Austrália, um desafio importante para os carros desta modalidade, realizado a cada dois ou três anos, desde 1987. O desafio ocorreu entre as cidades de Adelaide e Darwin, com um percurso de 3 mil quilômetros.

Primavera: um carro movido à energia solar
Foto: Luis Eduardo Noriega

O desafio apresenta diversas dificuldades, como as altas temperaturas desérticas durante o dia, os animais que podem aparecer pela estrada e a possibilidade de acontecer pequenos tornados muito comuns no país, que são popularmente conhecidos por “Willy Willy”. Quarenta e sete equipes de 26 países diferentes disputaram o desafio e a equipe ganhadora foi uma equipe holandesa.

Apesar disso, tanto a Universidade quanto a EPM acreditam na possibilidade de dar continuidade ao projeto Primavera. “A mudança de mentalidade é um dos valores acrescentados mais significativos do processo: encontrar uma maneira de superar os obstáculos é a única alternativa possível e inovação é sempre uma opção”, afirma a Universidade Eafit.