Paulistanos ganham nova ciclovia e ponte móvel para atravessar o rio Pinheiros

963 views
Ciclovia e ponte móvel no rio Pinheiros
Foto: facebook

Cerca de 300 mil moradores da zonal sul ganharam uma ciclovia na marginal Pinheiros e ponte móvel sobre o canal da Represa Guarapiranga – braço do Rio Pinheiros – nesta terça-feira, 17. Os dois trechos de 2,8 km da nova ciclovia vão da Ponte do Socorro até a ponte João Dias e são conectados pela ponte que facilita o acesso dos moradores do bairro Jardim São Luiz e Capela do Socorro à estação Santo Amaro do Metrô e de trens da CPTM.

O projeto da ciclovia foi executado pela Empresa Metropolitana de Águas e Esgoto (Emae), com investimentos de aproximadamente R$ 1,7 milhão. O trecho, no entanto, não tem ligação com a antiga ciclovia da CPTM, com 21,5 km, na outra margem do rio Pinheiros. A ciclovia ficará aberta somente até o dia 31 de janeiro das 5h30 às 19h, pois a iluminação do espaço ainda não está finalizada. Depois dessa data funcionará nos mesmos horários das estações de trem e metrô, das 04h40 às 24h00.

Já a ponte móvel Friedrich Bayer, outra parte do projeto, tem aproximadamente 2,5 metros de altura em relação à linha d’água e possui motores elétricos, permitindo que a estrutura se mova para dar passagem às embarcações que passam pelo rio. Ela foi construída com o investimento de R$ 5milhões de uma empresa privada.

O projeto foi elaborado pelos arquitetos Luis Capote e Roberto Loeb, da Loeb e Capote Arquitetura e Urbanismo, em conjunto com aproximadamente 2 mil pessoas. De acordo com Loeb, em entrevista ao portal G1 “A concepção é inspirada na Vitória Régia. Por isso temos duas ilhas flutuantes”. O projeto também incluiu a plantação de mudas nestas pequenas ilhas, que formaram formando sombras naturais nos próximos três meses.

Ciclovia e ponte móvel no rio Pinheiros
Foto: facebook