Desperdício de alimentos no mundo: conheça a iniciativa verde do Disco Soupe

383 views
Desperdício de comida
Foto: sparknews

Relatórios recentes de institutos britânicos de pesquisa mostraram que até 50% do total de frutas, legumes e verduras cultivados e comercializados na Europa são jogados no lixo todos os anos. Isso corresponde a 2 bilhões de toneladas de alimentos que nunca chegam a ser consumidos.

Com base nesses dados, há cerca de um ano um grupo de pessoas em Paris resolveu arregaçar as mangas para tentar combater esse enorme desperdício, e criaram o Disco Soupe, atuando hoje em eventos em toda a França. De acordo com os organizadores, em cada evento o grupo consegue recuperar entre 80 e 200 quilos de vegetais em ótimo estado, reaproveitando-os em receitas fáceis e cheias de sabor.

A iniciativa verde do Disco Soupe começou de forma inusitada, numa feira livre em um subúrbio no leste de Paris. Os membros, que incluem jovens, adultos e senhores, passaram a manhã toda cortando, limpando e preparando um bufê colorido de frutas, verduras e legumes descartados de restaurantes ou doados por grandes atacadistas em centros de distribuição, seja por considerarem invendáveis, por não serem suficientemente em perfeito estado, por estarem próximos da data de vencimento ou por ser excedentes.

Uma das refeições preparadas pelo grupo era composta por uma travessa de guacamole, saladas verdes com funcho e vinagrete de tomates, um caldeirão de sopa cremosa de abobrinha e sobremesa preparada com maçãs. Um detalhe muito importante: as refeições preparadas pelo grupo são gratuitas e distribuídas a quaisquer pessoas, tenham elas contribuído ou não em seu preparo.

O que chama a atenção nesta iniciativa é que os membros preparam os alimentos ao som de uma banda de metais com 15 instrumentos e atuam em vários eventos comunitários no país. Segundo os participantes, todos querem trabalhar, cortar e descascar os alimentos e acabam gerando uma energia coletiva que motiva e incentiva todos a participarem. O ambiente dos eventos muda conforme o público da região em que estão atuando, com brincadeiras para as crianças e workshops de arte para os adultos, por exemplo.

Disco Soupe
Membros da banda de metal. Foto: metronews

Cada evento custa aos organizadores, que hoje são em 10 principais e cerca de 30 voluntários, cerca de 100 euros que são gastos principalmente em pratos e tigelas ecológicos e outros artigos de cozinha. Os maiores custos estão relacionados ao seguro e treinamento em higiene alimentar.

Outro projeto que também é desenvolvido na Europa é o Feeding the 5000, que além de realizar eventos com distribuição gratuita de alimentos, coordena grupos de voluntários, agricultores locais e instituições de caridade na redistribuição de alimentos, ao salvar centenas de toneladas de frutas e legumes frescos que são desperdiçados todos os anos em fazendas do Reino Unido, direcionando àqueles que mais precisam.

A campanha Save Food também conta com projetos e conferências nessa área e visa o incentivo de diálogo sobre as perdas de alimentos entre a indústria e a sociedade.

Estas iniciativas, assim como tantas outras ao redor do planeta, compartilham seus interesses e contribuem para a comunidade ao ensinar a sustentabilidade alimentar às pessoas, criar vínculos com outras iniciativas de reciclagem e ao sensibilizar e conscientizar os cidadãos para que sejam tomadas medidas eficazes contra o desperdício de alimentos no mundo.