‘Ciclopassarela’ de 180 metros será inaugurada no final de abril

238 Visualizações
Redação OE Ciclopassarela em construção.

Até o final de abril, uma ‘ciclopassarela’ – projeto conjunto de ciclovia e passarela em construção sobre as margens do rio Pinheiros, zona sul – deve ser entregue aos moradores da capital paulista. Esta é a estimativa da WTorre, empreiteira contratada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana para dar segmento a obra.

A ciclopassarela de 180 metros de extensão ligará o Parque do Povo à ciclovia do outro lado do rio Pinheiros, passando por cima dos trilhos da CPTM. A construção é incentivada pela Secretaria com o objetivo de minimizar os impactos no sistema viário provocados pelo Complexo WTorre JK. Para a construtora, o valor investido para produzir a obra foi de R$ 5,76 milhões.

De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo), a meta é implantar ainda mais 400 km de infraestrutura de ciclovias. Para a Companhia, o projeto inclui 150 km de ciclovias ao lado dos novos corredores de ônibus, expansão das ciclovias já existentes e interligação com o Bike Sampa.

Ciclovia no rio Pinheiros

A ciclovia, a qual terá novo acesso pelo Parque do Povo, foi inaugurada em fevereiro de 2010. O primeiro trecho tinha 14 km de extensão na época e atualmente já conta com 21,1 km. O percurso vai da Avenida Miguel Yunes (próxima às estações Jurubatuba e Autódromo) até a estação Villa-Lobos/Jaguaré, todas da Linha 9-Esmeralda.

Com a nova entrada, a ciclovia terá seis pontos de acessibilidade: pelo Parque do Povo, Cidade Universitária, Avenida Miguel Yunes e as três estações de trem da CPTM Jurubatuba, Santo Amaro e Vila Olímpia. Além disso, já está prevista a construção de um sétimo acesso, pelo Parque Villa-Lobos.

Zanone Fraissat/Folhapress Ciclopassarela em construção.