Conheça a casa sustentável de bambu que flutua em caso de inundações

994 views
Divulgação a estrutura anfíbia trabalha com a natureza para conseguir proteção contra enchentes.
Divulgação A casas são feitas em bambu, o que torna a arquitetura sustentável.

Já ouviu falar em LIFT House (Low Income Flood-proof Technology)? Em português “Tecnologia à prova de Inundações de Baixo Custo” é uma alternativa de moradia para locais que sofrem com inundações e para famílias com baixo poder aquisitivo. O projeto permite que a residência flutue conforme a elevação ou queda no nível das águas, podendo inclusive, chegar ao nível do solo. Toda esta estrutura anfíbia é ideal para permitir a passagem das águas, ou seja, não interfere no fluxo da natureza.

A casa sustentável de bambu foi idealizada e construída por Prituhla Pro Sun, como parte de sua tese de mestrado no Canadá, na Universidade de Waterloo.  O objetivo da proposta é auxiliar as famílias com renda crítica e que vivem em localidades consideradas de risco em Dhaka, região de Bangladesh, onde o transbordamento de rios e a drenagem inadequada criam um cenário calamitoso.

Como funciona a casa flutuante?

Divulgação O projeto permite que a residência flutue conforme a elevação ou queda no nível das águas.

Primeiramente uma fundação de ferro e cimento (estrutura oca) e outra fundação de bambu abundante na região, com interior formado por garrafas PETs, garantem estabilidade  estática no eixo vertical. Outro diferencial: as fundações conseguem captar e filtrar água da chuva para que as famílias possam utilizar durante o período de seca. Também utiliza painéis solares de 60W que garantem abastecimento de energia elétrica dentro da residência. Já o banheiro é feito de compostagem compartilhada que permite a utilização de resíduos humanos como adubo no futuro.

A LIFT House já teve um projeto-piloto testado em 2010, com êxito, e desde então serve como lar de uma família local composta por cinco pessoas. Toda a construção só foi possível graças a uma bolsa do Centro Internacional de Pesquisas para o Desenvolvimento (IDRC) que serviu para financiar pesquisas, materiais e mão-de-obra.