Conheça 10 projetos futuros de construções sustentáveis surpreendentes

904 views

Em um futuro próximo as edificações residenciais e comerciais terão também o objetivo de reduzir os impactos na natureza pelo mundo, como por exemplo, mitigar as emissões de carbono, dentre outros problemas que afetam a natureza. E atualmente já existem arquitetos empenhados nisso. A eVolo Magazine publicou os projetos de arquitetura dos ganhadores do prêmio Skyscraper Competition 2014 (Competição de Arranha-céus 2014), todos construídos com modelos diferenciados, que trazem soluções para o combate da poluição da água, da terra e do ar.

A maioria dos edifícios foram projetados para construção dentro da cidade, embora alguns tenham sido criados para ambientes como florestas. Alguns deles possuem tecnologia de eficiência energética, como produção de energia solar, além de gestão de resíduos sólidos. Veja a lista:

1-Torre Blossom

Projeto coordenado pelo arquiteto Anthony Fieldman, do escritório RAFT Architects, nos EUA, a torre foi construída baseada no formato dos hibiscos, uma flor símbolo nacional da Malásia. A ideia, segundo Fieldman, é anunciar graciosamente, sua presença no céu. O espaço maior da torre é reservado na parte de cima, abrangendo 29% de área a mais do que a sua base. No topo foram instalados painéis solares que podem capturar ao máximo a energia para uso interno.

Divulgação/eVolo Torre Blossom.

2-Torre de previsão do tempo

O prédio desenvolvido pelos designers japoneses e taiwaneses Yuan Hsiao-Sung, Yuko Ochiai, Jia-Wei Liu, Lin Hung-Hsieh, foi desenvolvido para estudo do clima dentro dos centros urbanos. Os arranha-céus possuem tecnologia para analisar radiação, insolação, e moderá-los conforme a necessidade do meio ambiente.

Divulgação/eVolo Torre de previsão do tempo.

3- Torre entre rodovias

Nos grandes centros urbanos é comum as rodovias separarem as áreas comerciais e residenciais. Os arranha-céus projetados pelo designer Ziwei Song, nos Estados Unidos, pretendem unir esses pontos da cidade. O projeto consiste em uma torre com salas para atividades culturais de integração social. Denominado Skyvillage, o prédio também oferece um serviço de cobertura verde capaz de filtrar a poluição dos carros nas estradas.

Divulgação/eVolo Skyvillage.

4-Torre que filtra poluição

Este prédio foi projetado pelo designer Umarov Alexey, na Rússia, para coletar grandes quantidades de dióxido de carbono emitidos principalmente pelos automóveis. Em contrapartida, o edifício também exala ar purificado. O arranha-céu tem a estética de uma planta e seu procedimento de limpeza do ar é como o da fotossíntese. Na estrutura de fora existem tubulações longas com microfiltros que fazem o filtro da poluição. Enquanto o ar limpo é liberado para a atmosfera, todas as substâncias nocivas são armazenadas para serem usadas pela indústria química.

Divulgação/eVolo Torre que filtra poluição.

5-Ralo de lixo do mar

O designer Sung Jin Cho, da Coreia do Sul, produziu um ralo gigante capaz de filtrar os resíduos sólidos jogados no mar. O Seawer, nome do projeto, contém um sistema de drenagem com 550 metros de diâmetro e 300 metros de profundidade para ser colocado bem abaixo de áreas afetadas, como a Grande Porção de Lixo do Pacífico. O projeto suga todos os tipos de lixo que flutuam no mar através de suas camadas de filtros que separam as partículas dos fluidos.

A ideia foi elaborada justamente para armazenar o plástico que por engano é ingerido por alguns animais, provocando sua morte. Por isso, todo o plástico é recolhido e levado para uma usina de reciclagem em cima dessa estrutura, enquanto a água do mar é filtrada e armazenada em um grande tanque de sedimentação no fundo, depois sendo liberada de volta no oceano.

Divulgação/eVolo Seawer.

6-Prédio caçador de CO2

O prédio desenhado pelos designers Yuhao Liu e Rui Wu, denominado Propagate Skyscraper, possui estrutura diferente das convencionais que levam aço, pedra e tijolos. O projeto está fundamentado na captura de carbono. O objetivo é diminuir sua concentração nociva na atmosfera.

Neste processo, existe a retirada dos gases de efeito estufa da atmosfera através de resinas de carbono especiais capazes de transformar o dióxido de carbono em material de construção sólido. Nesta tecnologia, a estrutura seria capaz de assimilar dióxido de carbono e usar esse gás para se formar. Seu padrão de crescimento seria definido por fatores ambientais, como vento, chuvas e quantidade de CO2 presente na atmosfera. Dessa forma, cada estrutura do prédio vai depender da quantidade de poluentes no ar.

Divulgação/eVolo Propagate Skyscraper.

7- Torre transformadora de poluição em energia elétrica

O crescimento da economia chinesa tem feito as indústrias emitirem grandes quantidades de CO2 pelo país e com isso, prejudicar o meio ambiente. O Projeto Azul, liderado pelos designers chineses Zhang Tianshuo, Zhao renbo, Yang Siqi e Zhan Beidi tem o intuito de transformar essas partículas suspensas, nocivas à saúde, em energia verde. Para gerar energia, o sistema é baseado nas reações químicas. A torre combina o monóxido de carbono com outras substâncias para gerar metano, e consequentemente, energia elétrica.

Divulgação/eVolo Torre transformadora de poluição em energia elétrica.

8 – Cidade movediça

O propósito deste projeto coordenado pelo designer Eric Nakajima, na Nova Zelândia, é preparar um prédio para desastres naturais como os terremotos, de forma que a estrutura de uma construção não se abale quando os fenômenos ocorrerem. Por isso Nakajima elaborou o projeto do Liquefactower, uma torre que se move sem abalar sua estrutura. Este sistema se adapta às condições ambientais.

Divulgação/eVolo Liquefactower.

9 – Torre de areia 3D

O projeto Babel de Areia, realizado na China pelos designers Qiu Song, Kang Pengfei, Bai Ying, Ren Nuoya e Guo Shen é um centro de pesquisa científica e de atrações turísticas no meio do deserto. A estrutura principal de cada edifício é construída com areia, sintetizada por meio de uma impressora 3D alimentada por energia solar. O formato da torre possui estrutura de esqueleto em espiral, que melhora a ventilação interna. O design é inspirado em fenômenos naturais, como tornados e até o cogumelo.

Divulgação/eVolo Torre de areia 3D.

10 – Torre guardiã da floresta

O Rain Forest Guardian, desenhado pelos profissionais Zhe Hao, Qiaowan Tang, Yiwei Yu, Jie Huang e Wei Jin, na China, é um edifício projetado para ficar na Amazônia e proteger a floresta. Ele foi elaborado para capturar a água da chuva na estação chuvosa e irrigar a terra durante a estação seca. O projeto consiste em uma estação meteorológica, uma torre de coleta de água, laboratórios de pesquisa e educação científica.

A torre foi projetada para caso de incêndio. Quando a fatalidade ocorrer os bombeiros vão para o local e apagam o fogo com a água coletada.

Divulgação/eVolo Rain Forest Guardian.