Arquiteto inglês projeta casa flutuante para áreas com risco de alagamento

454 Visualizações

É possível morar sem preocupação em áreas que sofrem com inundações e alagamentos? Para o escritório britânico Carl Turner Architects, sim. A equipe de lá apresentou um projeto de casa sustentável que seria capaz de flutuar em regiões assim, e o melhor, com a capacidade de produzir a própria energia.

A ideia surgiu após o desafio lançado pelo site Inhabitat e pelo projeto Paper Houses, que desafia empresas e cidadãos a terem ideias criativas relacionadas às hidrovias urbanas, assim como, solucionar o crescente problema de inundações que vem preocupando os moradores de Londres.

Entre os diferenciais do projeto, a “casa flutuante” pode receber internamente diferentes disposições sem que sua estrutura principal (externa) seja alterada, ou seja, uma adaptação para diversos tipos de uso.

Mas como funciona? O projeto estabelece que uma base flutuante de 20x7metros sustente a casa e ainda que as paredes sejam de madeira e com revestimento de borracha. Este último detalhe, inclusive, assegura um ótimo isolamento.

Para ligar computadores, lâmpadas e fornecer energia elétrica de uma maneira geral, são utilizadas placas fotovoltaicas que possuem a capacidade de gerar energia. O projeto também conta com um moderno sistema de aquecimento solar para garantir água quente no interior da casa.  Outro diferencial: no teto da há um tanque para armazenar e reaproveitar a água da chuva.

Vale ressaltar que a casa flutuante projetada pela Carl Turner Architects pode ser facilmente transportada por caminhões ou mesmo através de barcos.

Fonte: Divulgação / paperhouses.co
Fonte: Divulgação / paperhouses.co
Fonte: Divulgação / paperhouses.co