Concurso busca inovações que combatam a poluição dos mares

122 views

Promovido pela ONU, inovações receberão subsídios de 50 a 250 mil dólares

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançou este mês um concurso que visa o cumprimento de algumas metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável – ODS 14.1 (Vida na água) que tem a seguinte definição: “até 2025, prevenir e reduzir significativamente a poluição marinha de todos os tipos, especialmente a advinda de atividades terrestres, incluindo detritos marinhos e a poluição por nutrientes”.

As inscrições foram abertas no dia 8 de janeiro e o processo de inscrição deve obedecer três etapas: primeiramente, os interessados devem enviar uma proposta preliminar até o dia 5 de março, neste link.

As inscrições devem ser feitas nos idiomas inglês, francês ou espanhol e podem participar representantes de governos, entidades privadas (incluindo startups), Organizações Não Governamentais, Organizações da Sociedade Civil, instituições acadêmicas, Nações Unidas e outras organizações intergovernamentais. O Desafio deve ser implementado e ter beneficiários em países em desenvolvimento, mas podem ser desenvolvidos por proponentes de países desenvolvidos ou em desenvolvimento.

As propostas aprovadas na primeira rodada serão convidados a enviar um projeto mais detalhado até o dia 25 de abril de 2020.

Na última etapa, haverá o anúncio dos vencedores, que será feito durante a 2ª Conferência do Oceano das Nações Unidas em Lisboa, Portugal, de 2 a 6 de junho de 2020. As inovações que demonstrarem ser transferíveis, replicáveis e escaláveis, serão contempladas com subsídios que variam de US$ 50 a US$ 250 mil.

“Em um tempo em que os oceanos e mares do mundo enfrentam pressões sem precedentes, o novo Desafio de Inovação para os Oceanos do PNUD chamará a atenção para abordagens inovadoras, empreendedoras e criativas que podem fazer avançar a restauração e a proteção costeira dos oceanos”, declarou o administrador do PNUD, Achim Steiner.

Exemplos de iniciativas que poderiam ser financiadas

O primeiro Desafio de Inovações para os Oceanos, concentra-se no ODS 14.1, conforme descrito acima. Os projetos a serem inscritos podem incluir ações tecnológicas e de ponta no âmbito de políticas, regulamentação, finanças e economia, bem como outras ações voltadas para setores com base marítima ou territorial.

No site www.oceaninnovationchallenge.org é possível encontrar informações mais detalhadas sobre o desafio. Para mais informações sobre o tema no âmbito da Agenda 2030, confira o glossário de termos e definições do ODS 14.