Home > Economia Verde > Exemplos de tecnologia limpa

Exemplos de tecnologia limpa

As tecnologias limpas foram criadas para substituir a utilização exacerbada de recursos naturais em benefício do Planeta. Confira alguns exemplos

25 de julho de 2013
publicado por
Redação

A tecnologia limpa é assim chamada em contraposição às tecnologias e processos de produção que estão presentes no mundo desde a revolução industrial até os dias de hoje. Tais tecnologias foram pensadas apenas para a produção em massa em menos tempo e o aproveitamento de grande quantidade de material com o menor tempo e custo possível. Esses processos resultaram em poluição exacerbada e desequilíbrio ambiental e climático no mundo todo.

As tecnologias limpas foram concebidas para substituir processos que denigrem e acabam com o meio ambiente. São conhecidos também como processos verdes e sustentáveis que utilizam alternativas e novas tecnologias para produzir a mesma quantidade de energia ou produtos sem que haja poluição ambiental.

Energia eólica, solar, biomassa, maremotriz, biocombustível, entre outras, são exemplos pilares dessa ecotecnologia na área de produção energética. Essas tecnologias limpas não se esgotam, mesmo com o uso constante, são infinitas, ao contrário do petróleo e carvão, por exemplo, que são recursos finitos na natureza.

As tecnologias limpas podem ser compreendidas como novos processos industriais ou mesmo processos industriais já existentes, porém alterados, com o objetivo de reduzir os impactos ambientais, o consumo de matérias-primas e o consumo energético utilizado durante o ciclo produtivo.

Exemplos de processos assim são culturas organizacionais de separação e reciclagem de materiais (tanto na área industrial, quanto na área administrativa), programas de replantio, utilização de maquinários para eliminar ou diminuir a emissão de gases e resíduos na natureza, diminuição de resíduos e a reciclagem de resíduos gerados nos processos produtivos, entre outros.

A tecnologia limpa faz parte do conceito de sustentabilidade para que possamos viver bem, com conforto, mas respeitando o meio ambiente.

Sua adoção é importantíssima para alcançar o desenvolvimento sustentável e é incentivada por governos e ONGs. Por ser algo relativamente novo para muitos empresários e por requerer um custo de investimento inicial que possa não parecer monetariamente vantajoso em curto prazo, a sua implementação caminha devagar, a passos lentos.

Porém, é possível utilizar algumas tecnologias limpas de maneira bem simples, trazendo economia no bolso da população e nos custos empresariais. Veja quais são as quatro principais tecnologias limpas atualmente:

Painéis solares – Relativamente complexo no início (compra de equipamentos e instalação), em pouco tempo é possível recuperar todo o dinheiro investido e depois aproveitar uma conta de energia elétrica baixíssima. Existe uma variedade de opções de instalações de painéis solares em casas, estabelecimentos comerciais e até em indústrias.

Reaproveitamento da água da chuva, torneiras e chuveiros – Requer uma mudança nos encanamentos do imóvel, porém é responsável por grande economia de água. A água reaproveitada é direcionada para descargas e torneiras de pia e jardim.

Reaproveitamento de água da chuva

Foto: Nestlé

Biocombustíveis – A simples mudança de gasolina para etanol já é um grande avanço para a melhoria do ar e diminuição de poluição. São renováveis, infinitos e menos prejudiciais.

Luzes de LED – A simples mudança para luzes, painéis e tecnologias LED provoca a diminuição de energia, além de serem produtos com uma vida útil muito mais longa em comparação com luzes incandescentes. A LED utiliza 10 vezes menos energia, economizando até 90% no valor da conta de luz.

led

Foto: Pixabay