Manual ensina cidadãos a revitalizarem praças

Iniciativa busca estimular a volta das famílias e crianças às praças, compartilhando dicas e sugestões para preservação do espaço

18 de março de 2017
publicado por
Redação

Reprodução / gpointstudio Guia ensina atividades para motivar as pessoas a frequentarem as praças novamente.

O contato com a natureza é, sem dúvidas, uma das melhores formas de estimular o interesse das crianças pelas questões e problemas que envolvem o futuro do meio ambiente. As praças, por exemplo, se apresentam como ótimos espaços recreativos, em que crianças e adolescentes podem passar horas se divertindo nas quadras, parquinhos e lazer em geral.

Ainda assim, ambientes como estes têm sofrido cada vez mais com o desinteresse das pessoas. Em algumas praças, inclusive, a aparência de abandono tem se tornado comum. Com o objetivo de mudar essa situação e promover a volta das famílias e crianças às praças, o programa Criança e Natureza, do Instituto Alana, e o Movimento Boa Praça criaram o manual “Como ser um boa praça”, com algumas dicas e orientações para preservar os espaços.

Lais Fleury, coordenadora do programa Criança e Natureza, falou sobre a importância da iniciativa para o site Eco Rede Social: “A vivência ao ar livre proporciona às crianças a oportunidade de brincar e permite um contato próximo com a natureza. O manual estimula as pessoas a transformarem as praças em espaços de convivência.”

Na cartela, o cidadão poderá consultar diversas sugestões de brincadeiras e dinâmicas para serem praticadas na praça, como jogos com bola, peteca, corda e atividades recreativas como peças teatrais, saraus e muito mais.

O manual está disponível gratuitamente para download no site do projeto.