Aprenda como fazer um jardim em vidros de conserva

16.881 Visualizações
Jardim em Conserva
Foto: Jardim em Conserva

A reutilização de materiais, um dos princípios do conceito dos 3R’s da sustentabilidade – “Reduzir”, “Reciclar” e “Reutilizar” –, é uma prática bastante utilizada por artesãos e pessoas que querem decorar a sua casa de forma simples e barata, deixando ela ainda mais bonita e sustentável.

O biólogo e designer, Edson Egerland, por exemplo, conseguiu aliar a reutilização de materiais recicláveis, criatividade e o seu conhecimento profissional para criar pequenos jardins em vidros de conserva. A ideia, que surgiu sem nenhum compromisso, se tornou um negócio empreendedor e hoje ele vende estes lindos jardins. “A reutilização de qualquer resíduo reciclável que iria para o lixo comum, além de beneficiar o meio ambiente, evitando que esse material fique por anos no aterro sanitário, também pode fornecer uma renda extra e ainda por cima uma utilidade criativa, inovadora e sustentável”, comenta Egerland.

Faça o seu próprio jardim em conserva

Estes “mini-jardins” são uma alternativa para quem não tem muito tempo e espaço para manter um jardim com várias plantas, hortaliças, verduras e etc., mas quer ter um pedaçinho da natureza no seu lar. Acompanhe o passo a passo a seguir, que é uma parceria entre o Pensamento Verde e o Edson Egerland, e aprenda a fazer o seu próprio jardim em conserva:

No passo a passo foi utilizado um vidro em conserva de 500 ml (palmito, pepino, por exemplo), mas você poderá usar em qualquer outro vidro, desde que se leve em conta o espaço necessário para o crescimento e manutenção das plantas.

Material:

Terrário em vidro de conserva
Foto: Jardim em Conserva

1 – Pedrinhas de rio (você encontra em floriculturas e lojas de aquário);

2 – Carvão vegetal (Pode ser encontrado em lojas de aquário como carvão ativado. Você também pode usar o carvão mineral, utilizado em churrasco, mas ele deve ser quebrado em vários pedaços);

3 – Terra para jardim;

4 – Pequenas mudas de plantas ou musgos;

5 – Hastes para manipulação das plantas.

Modo de Fazer:

1° Passo: Lave o recipiente com água e sabão. Mesmo depois da lavagem pode ter restado algum resíduo, portanto é preciso passar álcool para desinfetar o vidro;

2° Passo: Coloque as pedrinhas no fundo do recipiente, elas vão servir para drenar a água das plantinhas do seu jardim;

3° Passo: Acima das pedrinhas deposite uma fina camada de carvão vegetal. Ele vai evitar o crescimento de fungos na água, o apodrecimento das raízes e a formação de gases;

4° Passo: Agora coloque uma camada da terra para jardim até completar um quarto da altura do vidro;

5° Passo: O próximo passo é colocar os musgos e acrescentar pequenas mudas de plantas que você tenha a disposição, como samambaias e bromélias, por exemplo;

6° Passo: Para finalizar, borrife água nas paredes do vidro (nunca direto nas plantas ou no musgo) com cuidado e feche o pote com a tampa dele ou com um plástico preso com elástico.

Dica: Para simular melhor uma paisagem natural você pode acrescentar alguns elementos encontrados em jardins, como galhos e pedras maiores.

Manutenção

Terrário em vidro de conserva
Foto: Jardim em Conserva

Agora que você já fez o seu jardim, deixe o vidro em um local bem iluminado, mas sem que ele receba sol diretamente. Normalmente acontece uma pequena condensação de água na parte interna do vidro, mas se aumentar muito, dificultando a visualização do interior do recipiente é sinal de que tem umidade demais.

Neste caso você vai precisar retirar a tampa, ou o plástico que está fechando o pote, até que o excesso de água evapore e o vidro fique seco.

Se a condensação não acontecer no prazo de uma semana é indício de que a umidade é insuficiente. Nesse caso umedeça a terra borrifando um pouco de água no vidro para que se restabeleça o equilíbrio, aproveite para limpar o recipiente, colocar mais plantas e podar se necessário.

Para mais informações visite a fanpage do Jardim em Conserva, do biólogo Edson Egerland, no Facebook.