Ceará vai abrigar a primeira cidade inteligente do Brasil

1.546 Visualizações
Planet Smart City Complexo contará com reaproveitamento de água e autogeração de energia.

O desenvolvimento de novos projetos arquitetônicos e a reorganização de grandes estruturas são algumas das principais bases nas quais a sustentabilidade se apoia para a construção de um futuro melhor para as cidades. A proposta de transformação da área urbana em um espaço adequado aos novos padrões ambientais tem sido muito estudada por especialistas do mundo inteiro, que agora buscam apresentar novas ideias para os próximos anos.

Leia também: Cidades Sustentáveis

E a partir de 2017, possivelmente no segundo semestre, o Brasil dará um importante passo no cenário sustentável internacional, inaugurando seu primeiro projeto de Cidade Inteligente (conhecida como Smart City) em Croatá, pequena cidade localizada no interior do Ceará. Trata-se de Croatá Laguna EcoPark, nome dado ao complexo que está sendo construído dentro dos padrões do programa governamental “Minha Casa, Minha Vida” e que contará com estrutura para abrigar até 21 mil habitantes.

O projeto está sendo desenvolvido em conjunto por duas organizações italianas, Planeta Idea e SocialFare, que contam com o apoio do Centro de Empreendedorismo da Universidade de Tel Aviv (em Israel) e algumas startups israelenses do ramo da tecnologia.

Referência para novas cidades

Planet Smart City Valor das casas começam em R$ 24.300.

De acordo com os responsáveis pela Smart City cearense, a ideia é que Croatá Laguna EcoPark seja apresentada como um modelo referencial para novas cidades, inteiramente preparada para atender às necessidades do seu morador – com áreas de lazer, comércio e serviços públicos. O espaço contará com sinal de internet liberado para todos os seus habitantes, que poderão usufruir de muitos outros benefícios disponibilizados pela própria cidade com o intuito de valorizar a qualidade de vida da população.

Ainda de acordo com os seus administradores, Croatá Laguna EcoPark deve ser reconhecida por sua estrutura projetada com tecnologia de ponta, principal característica das cidades inteligentes. Isto significa dizer que questões como transporte público, áreas de entretenimento e até empregabilidade já estão sendo pensadas durante as obras da cidade – que inicialmente comportará um centro industrial e um porto, ainda em construção.

Vale destacar que o complexo contará com um sistema de reaproveitamento de água residual, autogeração de energia e aparelhos que serão responsáveis pela irrigação das áreas verdes da nova Smart City. Os lotes residenciais da cidade já estão disponíveis para consulta com preços a partir R$ 24.300. Localizada a 55 quilômetros de Fortaleza, inicialmente Croatá Laguna EcoPark será constituída por 150 casas.

Confira abaixo o vídeo de apresentação do projeto:

https://www.youtube.com/watch?v=yFEoXqCYzO0