A nova tendência de consumo colaborativo e suas práticas sustentáveis

866 Visualizações
Consumo colaborativo
Foto: fragmaq

Baseado nos conceitos de ajuda mútua e responsabilidade socioambiental, esse novo tipo de consumo tem em sua essência o compartilhamento e a troca de experiências.

O consumo consciente é tido como uma prática sustentável já que permite o reaproveitamento do produto para a mesma ou outra finalidade.

Como funciona?

Sem uma estrutura de oferta e demanda rígida e limitada, sem uso de moeda fixa, o comércio é realizado por meio de empréstimo, aluguel ou troca. Dessa forma, é possível adquirir um serviço e/ou tirar proveito da experiência que um produto proporciona sem precisar comprar um novo.

O sistema reflete a nova necessidade da população, de buscar experiências e não somente objetos de compra, satisfazendo a sua necessidade pessoal. Além disso, revela uma nova tendência imposta pela internet, a comunicação em rede, na qual há uma troca de conteúdo de ambos os lados.

Com o consumo colaborativo, há uma mudança de cenário em diversos setores da economia, inclusive no marketing. Agora, o foco é no que o produto representa para o consumidor e em quais experiências ele pode proporcionar.

Onde encontrar?

Na internet é possível encontrar diversas páginas de troca de produtos. A variedade é tamanha e você acha carros, bicicletas, roupas e até armários. Entre os mais famosos estão ZaZcar, Mercado Livre, Permuta Livre, Enjoei.com, UseBike, Swapstyle, Bookmooch, entre outros.

Bookmooch
Foto: cajondecarpintero