Startup idealizada por mulheres cria absorvente 100% biodegradável

177 views

Empresa também dá oportunidade de renda extra às mulheres periféricas.

A pobreza menstrual tem sido um tema em alta nos últimos tempos. Além da falta de acesso à absorventes e coletores menstruais por mulheres de baixa renda, a questão ambiental é extremamente preocupante, visto que o absorvente tradicional demora, em média, 500 anos para se decompor. Foi dessa preocupação que surgiu a EcoCiclo, uma startup baiana criada por mulheres.

Karla, Patrícia, Hellen e Adriele, futuras sócias na empreitada, participavam então do Programa ProLíder, voltado à formação de lideranças, quando pensaram em uma solução para o problema: produzir absorventes biodegradáveis a um preço acessível no Brasil.

A EcoCiclo visa reduzir a pobreza empregando mulheres em risco social e econômico. Também se concentra na redução dos impactos ambientais dos produtos menstruais convencionais. A empresa estima que as pessoas que menstruam usam de 10.000 a 15.000 absorventes e tampões ao longo da vida, um número bem alto levando em consideração o tempo de decomposição.

Bom para as mulheres e para o meio ambiente

Foto: UOL

A Ecociclo criou o primeiro absorvente biodegradável do Brasil. A ideia do grupo é desenvolver um produto mais barato que o tradicional, com decomposição na natureza mais rápida e que traga mais benefícios à saúde das usuárias.

A EcoCiclo desenvolveu um absorvente feito majoritariamente de celulose, sem plásticos, que se decompõe no máximo em seis meses. Além disso, é atóxico e hipoalergênico. Pode ser descartado normalmente no lixo não reciclável.

“Uma pessoa que menstrua usa de 10 a 15 mil absorventes durante a vida, ou seja, são 10 a 15 mil absorventes que levam até 500 anos para se decompor. O primeiro absorvente foi criado em 1940, então o primeiro absorvente criado existe no mundo até hoje.”, pontua Hellen.

O objetivo da EcoCliclo é empregar mulheres em situação de vulnerabilidade através da produção do absorvente, porque acreditam na emancipação feminina através da geração de renda. Pensando em ampliar esse impacto, a EcoCiclo está se tornando mais do que um absorvente. É um canal de vendas de produtos sustentáveis de empreendedoras periféricas, que precisam de sua independência financeira.

A marca tem uma infinidade de produtos sustentáveis, que vão desde os absorventes, a decoração e plantas, acessórios, fraldas e bolsas. O catálogo completo pode ser consultado no site da marca.

Atualmente, a empresa participa de uma aceleração do Grupo Boticário. A ideia é criar uma máquina capaz de produzir os absorventes de forma industrial, com o objetivo de ampliar o alcance do produto para todo o Brasil e torná-lo mais barato. Por enquanto, o pacote com oito unidades custará em torno de 25 reais.

Já sabemos que devemos fazer escolhas sustentáveis para minimizar nossos impactos no meio ambiente. Mas melhor que juntar a preocupação ambiental com preocupação social, escolhendo produtos que pensem nos dois.

Fontes: M Global | Eco Ciclo | G1 | Uol