Solução para a cobertura de aterros sanitários recebe selo verde

389 views
Essencis Projeto Melhores Práticas Ecomembrana – Ganhadores.

O Brasil está passando por uma revolução na maneira como tratamos o nosso lixo. A Política Nacional de Resíduos Sólidos traz consigo grandes responsabilidades para os cidadãos, as indústrias e os municípios do nosso país. Talvez a parte mais relevante da lei seja a erradicação dos lixões, instituindo que todas as cidades devem depositar seus resíduos em aterros sanitários adequados.

Por conta disso, empresas que oferecem soluções e alternativas que aumentem a eficácia dos aterros e barateiem seus processos, são importantes neste momento em que vivemos. Uma dessas companhias é a Essencis, líder no mercado brasileiro de soluções ambientais para a indústria e há mais de 10 anos promove a valorização ambiental de forma sustentável, segura e inovadora.

Produto da Essencis, a Ecomembrana é uma cobertura temporária de aterro sanitário. Em testes realizados, foi registrada a redução de 87,5% dos custos referentes ao tratamento do material percolado, o que equivale a aproximadamente R$ 890.000,00.

Devido à criação do produto, a empresa recebeu o selo de sustentabilidade do Programa Benchmarking Brasil 2014, criado pelo Instituto Mais.

Outras melhorias alcançadas por meio da utilização da Ecomembrana foram: a mitigação do impacto visual e diminuição da emissão de material particulado; a área operacional mais organizada e limpa; a diminuição de poeira na área operacional; a redução expressiva das queixas devido à cobertura verde; a ausência de aves nas áreas não operantes; o odor de biogás saindo somente por áreas pontuais; a possibilidade de controle de erosões; a ausência de animais no aterro uma vez que a ecomembrana dificulta a entrada dos mesmos na área; e a possibilidade de tratamento do chorume através de canaletas confeccionadas com a própria ecomembrana.

Empresa: Essencis MG Soluções Ambientais

Case: Melhores Práticas Ecomembrana

Responsável: Weslei Leandro Ferreira da Silva

Este case foi certificado pelo Programa Benchmarking Brasil, edição 2014.