Projeto de empresa carioca incentiva o descarte adequado do óleo de cozinha

363 views
fdmount Descarte de óleo de cozinha.

O óleo vegetal residual de fritura é uma substância insolúvel em água e causa prejuízos se despejado diretamente no solo ou na rede de esgoto. Sendo mais leve que a água, o óleo cria uma barreira na superfície que dificulta a entrada de luz e a oxigenação. Também causa entupimento na rede de esgoto e mau funcionamento das estações de tratamento.

Em função de seu compromisso com a responsabilidade socioambiental, a Furnas Centrais Elétricas verificou que pequenas ações poderiam trazer bons resultados não só para a conservação do meio ambiente, como também para a educação ambiental e para mudanças de atitude de seus funcionários.

Devido à iniciativa, a corporação recebeu o selo de sustentabilidade do Programa Benchmarking Brasil 2014, criado pelo Instituto Mais.

Assim, a Furnas determinou que a empresa contratada para a prestação do serviço de elaboração e fornecimento de refeições no restaurante situado em sua sede, implementasse rotina de recolhimento do óleo residual culinário para transferência para o PROVE, o Programa de Reaproveitamento de Óleo Vegetal do Estado do Rio de Janeiro.

Além disso, a Empresa implantou pontos de coleta para que seus funcionários pudessem trazer o óleo culinário usado de suas casas. O óleo é adequadamente armazenado na sede da Empresa até o envio para as cooperativas de catadores ligados ao PROVE.

Empresa: Furnas Centrais Elétricas

Case: Pavimentação Sustentável

Responsável: Ricardo Sforza

Este case foi certificado pelo Programa Benchmarking Brasil, edição 2014.