Por que produtos sustentáveis ​​são mais caros?

83 views

Se você faz compras de maneira sustentável, provavelmente está ciente do custo premium que muitos produtos ​​acarretam. Mas eles ​​são mais caros por um motivo ou não?

Em geral, sim. Existem várias razões para isso e quase todas são lógicas e compreensíveis. Isso inclui a falta de demanda, matérias-primas de qualidade ou práticas comerciais justas e equitativas.

Demanda baixa, preços altos

Apesar do fato de que a maioria das opções sustentáveis ​​são mais saudáveis, duradouras e ecologicamente corretas do que muitas alternativas convencionais, elas carecem de crédito e popularidade. Por isso, a demanda é baixa, o que se traduz em um preço mais alto.

A vida sustentável está em alta, mas a demanda ainda não atingiu um ponto em que seus produtos ​​sejam considerados tão eminentemente lucrativos os seus equivalentes menos amigo do planeta. É importante observar, no entanto, que ao comprar de forma sustentável, você está reduzindo o impacto ambiental.

Não é fácil ser verde

Produtos sustentáveis ​​são mais onerosos, também porque são mais difíceis e geralmente mais caros de desenvolver. Um garfo de plástico é fácil de moldar, prensar e vender em massa, mas o mesmo garfo de bambu ecológico pode levar mais tempo, recursos e polimento para ser criado. De acordo com o The Sustainable Living Guide, as empresas amigas do ambiente fazem o possível para serem tão sustentáveis ​​em suas práticas de negócios quanto nos produtos que criam.

Isso se traduz em várias facetas diferentes do negócio. Os meios de produção para o garfo sustentável podem envolver energia renovável e embalagens recicláveis ou biodegradáveis. Também pode envolver o pagamento de um salário justo e equitativo aos trabalhadores. Todas essas coisas são mais caras que a poluição, os plásticos e o petróleo que provavelmente são usados ​​para fazer a outra caixa de garfos.

Fibras totalmente naturais, compostos livres de crueldade e avanços científicos custam dinheiro. A comida é um bom exemplo disso. As safras cultivadas de forma sustentável não usam os mesmos produtos químicos dos produtores convencionais. Como resultado, geralmente demoram mais para produzir, colher e processar.

Outro fator é o pagamento pela documentação que certifica um produto como orgânico ou de comércio justo. Finalmente, há o custo real que vem com a falta de demanda e economias de escala reduzidas.

Em última análise, parece que o custo agregado dos produtos sustentáveis ​​é tão necessário quanto os próprios produtos. Por isso, é importante que as pessoas conheçam essa cadeia de produção, para que entendam que, por trás de um preço mais elevado, há uma lógica que o justifica. Esse entendimento é válido até para que possamos realmente compreender as diferenças entre mercadorias totalmente naturais, ecológicas, de origem sustentável ou tradicionais. Assim, mesmo o aumento da demanda por esses produtos tende a acontecer de forma mais consciente. Do contrário, até eles acabarão criando mais lixo e poluição, nenhum dos quais é o que nosso planeta precisa agora.

Fonte: Green Matters