Manutenção preventiva de árvores ajuda a diminuir perda de áreas verdes

560 Visualizações
iStockphoto.com / hadkhanong_Thailand Prevenção evita acidentes provocados pelas quedas de árvores.

Muito além de sombra e paisagem, a presença de árvores no contexto urbano exerce papel importantíssimo e muitas vezes desconhecido. Elas são responsáveis pela liberação de oxigênio e absorção de poluentes, atenuação de poluição sonora, redução de sensação térmica e melhoria na qualidade do ar. O que muita gente não sabe é que essas árvores, uma vez plantadas e crescidas, necessitam de cuidados técnicos constantes para exercerem tal papel.

“Realizar manutenção preventiva de áreas verdes é a única forma de minimizar casos de perdas de árvores, além de evitar drasticamente casos de acidentes provocado pelas quedas”, explica Graziela Lourensoni, engenheira, especialista em equipamentos para o manejo de ares verdes da Husqvarna.

A manutenção preventiva é uma atividade que deve ser feita por profissionais capacitados, como engenheiros florestais, agrônomos, biólogos ou técnicos. “Somente um especialista pode definir o momento ideal para as podas, assim como realizar a adubação correta e tratamento fitossanitário nas árvores para evitar a infestação de insetos”, lembra.

Quem pode fazer a poda?

É importante destacar que todo corte ou poda de árvores em local público ou particular depende de autorização e acompanhamento da prefeitura municipal ou de um órgão estadual competente.

Graziela afirma que para cada etapa do processo de manutenção existe uma ferramenta adequada, como motosserras e aparadores. “É possível ser sustentável também na escolha desses materiais. É importante, por exemplo, procurar por ferramentas que podem reduzir o consumo de combustível e emitir menos poluentes. Tudo isso sempre alinhado com o auxílio de um profissional”, recomenda.

A manutenção preventiva faz com que as árvores permaneçam saudáveis e resistam, por exemplo, às tempestades de verão, período em que se concentra o maior número de quedas. “E essa prevenção começa bem antes dos períodos chuvosos, na verdade, começa muito antes disso, quando as árvores são plantadas”, comenta Graziela.

De acordo com a especialista, o primeiro passo para garantir que as plantas cresçam saudáveis é se atentar a alguns detalhes na hora do plantio. “As árvores não podem ser plantadas ao lado de postes, por onde passa a fiação. A raiz precisa ter espaço para crescer, tanto horizontal, como verticalmente, tem que ser uma área de circunferência e não um quadrado. É preciso conhecer as espécies de plantas indicadas para serem plantadas em uma calçada ou no quintal de casa, por exemplo”, elenca.

Orientações sobre manutenção das árvores

Para mais informações sobre manutenção preventiva de árvores, dentro ou fora da sua casa, recomenda-se buscar aporte na prefeitura do seu município.

A prefeitura de São Paulo, por exemplo, se responsabiliza pela conservação arbórea em espaços públicos da cidade e disponibiliza o serviço de poda gratuito, garantido por lei.

Para podas de árvores plantadas em terrenos particulares, é necessário um requerimento junto à Subprefeitura da região, nas Praças de Atendimento, contendo todas as especificações do terreno, bem como o motivo da poda, para que a prefeitura envie um engenheiro agrônomo ao local para autorizar e auxiliar nos detalhes técnicos. E em caso de emergência, quando for observado que uma árvore está prestes a cair, deve-se acionar o Corpo de Bombeiros.