Horário de Verão 2015: acerte seu relógio!

253 Visualizações

 

Pensamento Verde Infográfico / Pensamento Verde

No dia 18 de outubro tem início o Horário Brasileiro de Verão. Até o dia 21 de fevereiro os relógios de todos os brasileiros devem ser adiantados em 1h. A iniciativa, que está em sua 40ª edição, tem o objetivo de economizar energia e incentivar as pessoas a usarem este recurso de maneira mais consciente.

O Horário de Verão vai vigorar nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

Expectativa de economia

O Ministério de Minas e Energia informou que a versão 2015/2016 do horário de verão seguirá as regras estabelecidas pelo decreto 6.558, de 2008, revisado em 2013, que fixa a duração de quatro meses, entre o terceiro domingo de outubro de cada ano e o terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte.De acordo com o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) é esperado que o consumo de energia diminua 2.610 MW, sendo 1.970 MW no subsistema Sudeste/Centro-Oeste e 640 MW no subsistema Sul, correspondendo a uma redução de 4,5% e 5,1% respectivamente, de suas cargas totais. O governo federal anunciou que estima uma economia de R$ 7 bilhões.

Sobre o Horário de Verão

De acordo com informações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) o Brasil adotou o Horário de Verão pela primeira vez em 1931. Até 1967 a medida foi tomada de maneira esporádica, até que 18 anos depois, em 1985, voltou a vigorar todos os anos, por conta de uma redução do volume dos reservatórios das hidrelétricas.

Essa 1h a mais que ganhamos de luz natural reduz consideravelmente o uso de energia elétrica. Além disso, o Horário de Verão reduz de 4% a 5% o consumo de energia no chamado período de suprimento mais crítico, que vai das 18h às 21h, evitando sobrecargas na rede, principalmente por conta do uso de aparelhos de refrigeração, como ventiladores e condicionadores de ar.

Vantagens e desvantagens do Horário de Verão

Durante os primeiros dias da mudança no relógio as pessoas geralmente sentem sonolência durante o dia, falta de apetite, irritabilidade e insônia. Porém, quando o corpo se acostuma, é possível tirar proveito dessa hora a mais de luz natural que o Horário de Verão nos proporciona.

As tardes mais longas nos proporcionam um novo ânimo e nos deixa mais dispostos para o lazer em família e com os amigos. Além disso, temos a chance de aumentar os nosso níveis de vitamina D e ainda ganhamos um incentivo para praticar exercícios físicos.

E outro ponto muito importante: a redução do uso de energia térmica faz um bem enorme ao meio ambiente!