Entenda a diferença entre ativo e passivo ambiental

9.605 Visualizações
empresa verde 1
Foto: portaldoconsumidor

Ativos e passivos são termos comuns na economia e contabilidade que definem os bens de direitos que uma empresa possui e as suas dívidas e obrigações, respectivamente. Com o crescimento da preocupação com a sustentabilidade, estes termos passaram a ser utilizados também para definir os recursos e obrigações ambientais.

Passivos e ativos ambientais são importantes recursos das empresas para demonstrarem seus investimentos em sustentabilidade e para o planejamento de programas e ações nesta área. Veja mais sobre cada um deles:

Ativos Ambientais

São todos os insumos já adquiridos, empregados e disponibilizados por uma instituição com a finalidade de controlar o impacto ambiental, preservar e recuperar o meio ambiente. Estão incluídos nesse critério as máquinas, os equipamentos e insumos utilizados diretamente no processo produtivo, empregados na eliminação de resíduos poluentes ou para o descarte correto de resíduos sólidos.

Os ativos ambientais agregam ainda itens consumidos na pós-operação para a limpeza dos locais afetados por poluentes ou para purificar os resíduos produtivos, como as águas, os gases e os detritos que serão depostos no meio ambiente natural de alguma maneira.

Há diferenças significativas entre os ativos ambientais das diversas organizações, exatamente, porque os possíveis danos ambientais e o modo de prevenção são diferentes para cada processo de produção. Além disso, os ativos ambientais devem ser classificados ainda entre estoques ambientais, ativo permanente imobilizado e diferido ambiental.

Passivos Ambientais

Podem ser definidos como as obrigações de curto e longo prazo que as empresa assumem a fim de promover o melhoramento ambiental. Investimentos em ações para amenização ou extinção de danos causados pela produção e os processos relacionados. São consideradas, ainda, as dívidas contraídas para a preservação do meio ambiente, sejam elas novas ou antigas. Multas e indenizações também se encaixam nessa categoria.

Impacto ambiental do Petróleo
Foto: hypescience

Apesar de normalmente ter uma conotação negativa, os passivos ambientais podem ser decorrentes de atitudes positivas da empresa, como a contratação de pessoas para gerir um projeto ambiental ou o financiamento de maquinário, por exemplo.

São exemplos de passivos ambientais, os gastos da Petrobrás quando há vazamentos de óleo, como ocorreu em Cubatão em 1980 e na Baía de Guanabara em 2000.