Descubra o que é transporte intermodal ou multimodal

1.064 views
Transporte intermodal.

O custo de transporte representa a maior parcela dos custos logísticos na maioria das empresas, podendo, em alguns casos, superar o lucro operacional. Por isso, assegurar que a carga chegue ao destino final em total segurança e na hora certa, ou em um tempo mais curto, é uma tarefa difícil da área de logística. O setor busca sempre desenvolver os melhores mecanismos de entrega, rotas de circulação e meios de transportes – terrestres, aquaviário ou aéreo –, a fim de garantir o melhor custo benefício.

É neste contexto que entram os transportes multimodal e intermodal, operações que se caracterizam pela utilização de mais de um meio de transporte para o tráfego da carga. Normalmente, essas modalidades têm cargas de commodities, como minério de ferro, grãos e cimento, todos caracterizados como produtos de baixo valor agregado. Por isso, há a necessidade de que o sistema de transporte seja eficiente para que estes produtos sejam competitivos, já que o custo do tráfego é uma parcela considerável do valor destes produtos.

Apesar de parecidos, as modalidades contam com algumas diferenças, confundindo as pessoas que não sabem exatamente o que é transporte intermodal e o que é multimodal. Basicamente, o primeiro implica na emissão de um único documento de embarque por um operador que assume a responsabilidade sob toda a operação de transporte, da origem ao destino. Já o segundo, permite a utilização de documentos fiscais individuais para cada tipo de modal.

A multimodalidade esbarra em questões burocráticas, já que Secretarias de alguns estados argumentam que seriam prejudicados na arrecadação do ICMS. Além disso, para uma empresa brasileira ser credenciada no sistema multimodal, deve entrar com solicitação junto ao Ministério dos Transportes.

© Depositphotos.com / gyn9037 Transporte intermodal.

Apesar disso, algumas vantagens se destacam, como contratos de compra e venda mais adequados, utilização de combinações de modais mais eficientes energicamente, melhor utilização das tecnologias de informação e maior segurança.

Mas, é a intermodalidade que vem sendo mais requisitada por grandes empresas, já que trabalha e gera valor compartilhado para toda a cadeia, com a integração e parceria entre organizações. Há também uma grande possibilidade de redução de custos quando o processo é operado por empresas diversas.