Conheça o Programa de Sustentabilidade Olimpíadas Rio 2016

412 Visualizações
Rio de Janeiro
Foto: rio2016

A realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016 exige grandes investimentos em infraestrutura. O alcance e a dimensão do evento demandam a construção de novas instalações, assim como o aprimoramento de antigas e melhorias nos serviços públicos. Além de representarem uma oportunidade única de desenvolvimento para a cidade, as Olimpíadas do Rio também poderão deixar um importante legado para a sustentabilidade, através da adoção de padrões de produção e consumo menos agressivos ao meio ambiente.

Com o objetivo de integrar a sustentabilidade a todo o processo de organização do evento, o Comitê Rio 2016, que conta com a participação conjunta das esferas federal, estadual e municipal de poder, criou o Programa de Sustentabilidade Rio 2016. Este documento apresenta planos e projetos com ações sustentáveis que atendem às necessidades de planejamento, implementação, revisão e pós-evento. A meta é não só garantir o sucesso do evento, mas também estabelecer um exemplo de gestão sustentável.

Para reduzir a pegada ambiental deixada pela preparação e operação dos jogos, o Plano de Sustentabilidade determina práticas baseadas em nove eixos temáticos:

Planeta (Pegada ambiental reduzida): Transporte e Logística; Desenho e Construção Sustentável; Conservação e Recuperação Ambiental; Gestão de Resíduos.

Pessoas: Engajamento e Conscientização; Acessibilidade Universal; Diversidade e Inclusão.

Prosperidade: Cadeia de Suprimentos Sustentável; Gestão e Reporte.

Rio de Janeiro
Rio de Janeiro. Foto: rubempjr

Para cada um dos nove temas foram criados objetivos específicos, que podem demandar investimentos em obras ou implementação de programas, atividades e indicadores de progresso. Dada a amplitude das exigências para a realização do evento, um dos focos principais do plano são as obras de ampliação e melhorias estruturais.

Neste ponto, além da escolha de projetos que seguem elevados padrões de qualidade ambiental, também houve a preocupação em maximizar a utilização de instalações existentes e optar por estruturas temporárias no caso de espaços que não apresentavam grande utilidade no pós-evento.

Os projetos de mobilidade também têm como foco a sustentabilidade. A ideia é reduzir a necessidade de uso de carros para chegar aos locais de competição, diminuindo o tráfego e a emissão de dióxido de carbono.

Transporte Rio 2016
Foto: rio2016

O projeto contempla a utilização de um Anel de Transporte de Alta Capacidade, com um sistema totalmente renovado de trens, implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na área do Porto, a ampliação do metrô e o lançamento de linhas de BRT (Bus Rapid Transit). A previsão é que até 2016 a utilização dos sistemas de transporte público de alta capacidade (trem e metrô) passe dos atuais 12% para até 60% (trem, metrô, BRT e VLT).

Confira o Programa de Sustentabilidade Olimpíadas Rio 2016 na íntegra.