Células solares impressas podem fornecer energia para 1.3 bilhões de pessoas no planeta

663 Visualizações
Divulgação As células solares impressas são flexíveis e, portanto, mais fáceis de serem transportadas para regiões remotas.

Os avanços nas tecnologias de produção de energia solar têm tornado essa fonte renovável cada vez mais acessível. Uma das novidades neste ramo de pesquisa são as células solares impressas, que têm a espessura de uma folha de papel e, diferente dos painéis fotovoltaicos tradicionais, precisam apenas de equipamentos de impressão industriais para serem produzidas.

A invenção é da empresa coreana Kyung-In Synthetic. Os criadores garantem que essa tecnologia pode ser a solução para levar energia aos 1.3 bilhões de pessoas que ainda não têm acesso a este recurso em todo o mundo.

Divulgação O desafio agora é baratear os custos das impressoras para expandir a produção.

Além do baixo custo de produção, outra vantagem das células solares é a flexibilidade, que facilita o transporte, principalmente em áreas rurais de difícil acesso, e a alta eficiência, podendo gerar até 50 watts por metro quadrado.

O desafio agora é diminuir os custos de fabricação das impressoras especias utilizadas no processo para reduzir o investimento inicial e expandir a produção. Os pesquisadores também estudam formas de tornar a placas mais resistentes, já que se mostraram vulneráveis à umidade em testes realizados.