Aeroporto na Índia funciona 100% com energia solar

493 views
Reproduçao / Facebook Iniciativa vai poupar a emissão de toneladas de carbono.

Neste mês de agosto o Aeroporto Internacional Cochin, em Querala, na Índia, começou a ser movido 100% a energia solar. De acordo com comunicado emitido pela empresa responsável pelo aeroporto, nos próximos 25 anos, o local vai poupar a emissão de 300 mil toneladas de carbono na atmosfera. Isso corresponde ao plantio de três milhões de árvores.

A área de 180 mil metros quadrados é composta por 46.000 painéis solares, capazes de gerar 12 megawatts de potência. Este montante é o suficiente para abastecer todas as funções operacionais do local.

O aeroporto indiano não é pioneiro no uso de placas fotovoltaicas, mas ainda de acordo com o comunicado, é o primeiro internacional do mundo a funcionar apenas com energia solar. O processo sustentável do local teve início em 2013, quando as placas foram instaladas no telhado dos terminais.

Incentivo para outros países

A iniciativa do aeroporto localizado na Índia foi o pontapé para que outras empresas pensem em consumir e produzir energia de maneira mais sustentável. De acordo com o site Mashable, já é possível ver mudanças positivas nos Estados Unidos.

O aeroporto internacional de Denver, por exemplo, possio quatro usinas de energia solar, com capacidade para produzir 3,1 milhões de kW/hora por ano. Outro caso é o da Marinha dos Estados Unidos, que anunciou que pretende comprar uma fazenda solar no Arizona, com o objetivo de fornecer energia para 14 bases militares na Califórnia.

Aqui no Brasil, o aeroporto Santos Dumont, localizado no Rio de Janeiro, os passageiros e visitantes contam com um totem para carregamento de dispositivos móveis movido somente a energia solar.