A importância da reciclagem dos veículos no fim de sua vida

947 views
Carcaça de veículos
Foto: plus.google

Com o aumento da população e com o crescimento da indústria, aumenta-se também a quantidade de resíduos gerados. Por este e vários motivos, reciclar torna-se uma atitude cada vez mais importante para a saúde de nosso planeta.

Uma contribuição positiva para a redução dos impactos ambientais é a reciclagem dos automóveis. A utilização eficiente dos recursos através da reciclagem de materiais descartados ou da utilização como uma nova fonte de energia, faz com que diminua o impacto sobre o meio ambiente.

A reciclagem, reutilização e recuperação de peças, componentes e resíduos dos veículos em fim de vida é uma ação importante para os dias atuais, pois a frota de automóveis em nosso país não para de crescer.

De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), foram licenciados 1.480.445 automóveis em 2013, aumento de 8,6% com relação ao mesmo período de 2012. A expectativa, até o final do ano, é de que sejam vendidos 3,9 milhões de carros, crescimento de 3,5% a 4,5% — com relação ao ano passado.

A preocupação com a preservação do meio ambiente não deve ser analisada apenas durante o ciclo de utilização do veículo, mas também após seu fim de vida. O Brasil teria grande potencial para reaproveitar os materiais componentes de veículos descartados, assim como já ocorre com outros produtos como o alumínio. Contudo, apenas 1,5% da frota brasileira que sai de circulação vai para a reciclagem, pois a legislação sobre destinação final ambientalmente adequada de resíduos sólidos não exige a logística reversa para veículos que chegaram ao fim de sua vida útil.

Carcaça de veículos
Foto: buziosrecicle

A reciclagem funciona da seguinte forma, as empresas de desmantelamento começam por retirar dos veículos em fim de vida, o óleo, o motor, a transmissão, os pneus, a bateria, o catalisador e outras peças que são geralmente recicladas ou reutilizadas. Em seguida, as empresas separam os metais ferrosos e não ferrosos e a resina das restantes frações do veículo. Enquanto os metais ferrosos e não ferrosos são reciclados, os demais são eliminados como resíduos em aterros.

A reciclagem dos resíduos automotivos consiste em utilizar de modo mais eficaz os recursos do planeta e reduzir o volume de materiais descartados, estas atividades devem incluir esforços para reduzir ainda mais o volume destes resíduos e promover a respectiva reutilização e reciclagem, de modo que, por fim, a quantidade de resíduos gerada seja minimizada.