Empresa sueca encontra solução para a reciclagem de tecido

59 Visualizações

Tecnologia permite o reaproveitamento das fibras extraídas de tecidos mistos

Até pouco tempo, a reciclagem de tecidos com fibras mistas em larga escala era algo impossível. Mas uma empresa sueca mudou isso e desenvolveu uma técnica que separa o algodão e o poliéster nas misturas de polycotton, um dos mais utilizados no mercado, e também de outros tecidos.

Esta separação permite que as fibras de algodão puro sejam reaproveitadas na fabricação de novos tecidos. “Estamos redesenhando o mapa da indústria têxtil, oferecendo fluxos circulares de tecidos. Um suéter de agora pode se tornar um novo suéter no futuro. Isso agregará valor para os nossos clientes, especialmente para a indústria da moda”, disse Johannes Bogren, presidente da Södra Cell Bioproducts, em comunicado à imprensa.

A fábrica de celulose da Södra em Mörrum, na Suécia, produziu celulose reaproveitando 20 toneladas de tecidos. Para este processo, a tecnologia utilizada até o momento permite a reciclagem de apenas tecidos brancos, mas a empresa já está buscando soluções para a descoloração das fibras têxteis coloridas e, assim, ampliar as possibilidades de reciclagem. Para este primeiro teste foram utilizados lençóis, roupões, toalhas de banho e de mesa no fim de vida útil, provenientes de hospitais e hotéis.

“O processo permite utilizar viscose e liocel (fibras de celulose), além de misturas de polycotton. Devido à mudança tecnológica em nossos processos, precisaremos de grandes volumes de tecidos. Por isso estamos em busca de empresas que desejem fazer parceria conosco na entrega desses tecidos”, disse Helena Claesson, gerente de projetos da Södra.

A produção começará cerca de 30 toneladas este ano, mas a meta a longo prazo é adicionar 25 mil toneladas de tecidos na produção de celulose da empresa.

Foto: Divulgação