Amanhã acontece a Hora do Planeta. Veja como participar

156 views

Amanhã alguns marcos icônicos do mundo apagarão as suas luzes às 20h30, do horário local. A razão? É que será realizada a Hora do Planeta, o maior movimento do mundo em apoio às ações contra as mudanças climáticas.

O conceito é simples: por uma hora, das 20h30 às 21h30 (horário local de cada cidade), todos ao redor do mundo estão convidados a apagar as luzes, como uma forma simbólica de chamar a atenção para a conscientização sobre as mudanças climáticas.

O movimento é uma iniciativa do WWF que nasceu em 2007, em Sidney, na Austrália, quando 2,2 milhões de pessoas e mais de 2 mil empresas apagaram as luzes por uma hora. Hoje o movimento conta com a adesão de mais de 3,5 mil milhões de pessoas em 190 países e territórios, que demonstram o seu apoio a esta causa, desligando simbolicamente as suas luzes.

Aqui no Brasil a Hora do Planeta traz muitas novidades, inclusive uma parceria entre o WWF-Brasil com a Mauricio de Sousa Produções, que lançou um gibi do personagem Chico Bento, embaixador do WWF-Brasil, trazendo uma história baseada na Hora do Planeta.

Quando muitas pessoas fazem isso, além de ajudar na economia de energia, você consegue apreciar melhor a beleza do céu noturno (sem tantas luzes artificiais). Mas o objetivo do movimento não é só esse.

A Hora do Planeta abre uma oportunidade de reflexão, de unir pessoas com os mesmos ideais. Sendo assim, você pode participar de um dos eventos online, indicar filmes que falem sobre as questões ambientais, entre tantas outras coisas.

Para acompanhar as lives, basta acessar o portal UOL Ecoa, que transmitirá o evento ao vivo, garantindo a parceria pelo segundo ano, ou acessar as redes oficiais do WWF-Brasil, como Facebook e YouTube.

2021: um ano decisivo

De acordo com o WWF, 2021 traz uma grande oportunidade para colocar os líderes mundiais em ação. Isso porque em alguns meses, representantes de todo o mundo estarão presentes na 15ª Conferência das Partes (COP 15) da Convenção da Diversidade Biológica (CDB).

A situação atual da natureza e da biodiversidade será o foco desta conferência, e planos globais serão feitos para os próximos 10 anos – decisões que afetarão não apenas a próxima década, mas o nosso futuro e bem-estar por muitos anos. Com o apoio público, esta conferência pode selar um compromisso internacional – assinado por líderes mundiais – para acabar com a perda da biodiversidade e colocar o nosso planeta no caminho da recuperação até 2030.