Situação da poluição dos rios e mares no Brasil

7.627 Visualizações

Os debates em torno da água se intensificam cada vez mais devido à preocupação com o uso irracional do recurso e com a degradação de rios, oceanos, mares e lagos. Isso porque os problemas podem resultar na escassez da água, o recurso natural mais importante para a manutenção da vida.

O descarte ilegal de lixo, que ultrapassa os 100 milhões de toneladas ao ano, a mineração e contaminação por produtos químicos – como petróleo, por exemplo – e esgotos estão entre os principais causadores da poluição dos rios e mares. Os problemas são inúmeros e envolvem tanto pessoas que vivem no entorno, como a população marinha.

Mares

O Projeto Tamar, responsável pela conservação de tartarugas marinhas no litoral brasileiro, realizou um estudo que revela que aproximadamente 16% de tartarugas-verdes presentes na faixa litorânea do país sofre de fibropapilomatose, associado a um vírus que provoca o surgimento de verrugas de até 30 centímetros de diâmetro na pele dos animais. O problema é provocado pela contaminação dos mares por reagentes químicos.

Projeto Tamar
Foto:tamar.org

A doença, apesar de benigna, faz com que o sistema imunológico desses animais fique debilitado, facilitando a presença de outras doenças, segundo pesquisadoras do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP.

Rios

No caso dos rios, a situação não é diferente. Importantes para a geografia das cidades, eles sofrem com a urbanização e, diretamente, com os esgotos. Uma pesquisa da fundação SOS Mata Atlântica revelou que 70% dos poluentes vêm do esgoto doméstico e os outros 30% do lixo.

Rio poluído
Foto: manchetedigital

Em são Paulo, por exemplo, todos os anos os rios são invadidos por uma espuma, resultado da poluição agravada pelo tempo mais seco. Quando os níveis dos rios baixam, os poluentes se concentram e eles ficam cobertos por blocos brancos que correm por toda a sua extensão.

O estudo, realizado em 2011, divulgou que todos os rios e lagos brasileiros pesquisados estavam poluídos. A análise foi feita em 70 cidades de 15 estados brasileiros, mais o Distrito Federal. Além disso, a qualidade da água foi considerada péssima em 4% das amostras, ruim em 28%, regular em 68%.

Dentre os maiores problemas estão o rio Verruga, de Vitória da Conquista, na Bahia; o rio Meia Ponte, em Goiânia, Goiás; o Maranguapinho, em Fortaleza, Ceará; e o Paraibuna, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Rio Meia Ponte
Rio Meia Ponte (GO) – Foto: opopular

Para conter esses problemas, governo e organizações se juntam em ações e práticas sustentáveis que visam a conscientização da população e de empresas.