Site “De Onde Vem a Água?” traz informações sobre os reservatórios da região Metropolitana de São Paulo

1.541 views
Nelson Antoine/Fotoarena/Estadão Conteúdo Sistema Cantareira – reservatório em Bragança Paulista.

Com a falta de chuvas, o calor excessivo e as consequências trazidas por esses problemas, São Paulo está vivendo a pior crise hídrica de todos os tempos. Hoje, 70 cidades, onde vivem 13,8 milhões de pessoas, são afetadas pela seca. Os grandes reservatórios, rios e mananciais que abastecem as moradias estão com nível de água extremamente reduzidos.

O maior fornecedor de água da região metropolitana de São Paulo é o Sistema Cantareira, que enfrenta uma grave crise de abastecimento, funcionando atualmente com apenas 4,5% do seu nível, o pior índice da história.

Como medida para economizar o restante da água, diversos municípios estão lidando diariamente com o racionamento. Com isso, a população se encontra em uma situação complicada e de grandes dúvidas sobre a questão da água.

A partir disso, o Instituto Socioambiental (ISA) criou o site “De Onde Vem a Água?“, no intuito de informar e auxiliar as pessoas quanto ao nível de abastecimentos dos reservatórios de diversos municípios da Região Metropolitana de São Paulo. Além disso, é possível realizar denúncias sobre desperdício, por exemplo.

Através do CEP, é possível visualizar qual é o manancial que abastece a região, saber mais sobre a realidade em que se encontra, os principais indicadores e o volume de armazenamento dos diversos produtores de água da Região Metropolitana.

A primeira versão dessa ferramenta – “De onde vem a água que você bebe?” – foi desenvolvida pela Campanha de Olho nos Mananciais do ISA, ano de 2008. Com esse novo modelo, o Instituto Socioambiental espera divulgar informações sobre os mananciais e contribuir para um futuro seguro e sustentável para a água em São Paulo.

socioambiental Site “De onde vem a água?”