Saiba como fazer transplante de árvores da maneira correta

6.364 Visualizações
Transplante de Árvore
Foto: culturamix

Com o crescimento da população surge, também, a necessidade de mudanças de cenário e, consequentemente, aumento de ações de urbanização. Para isso, é preciso reestruturar as regiões e tirar plantas e árvores, que darão lugar a imensas construções, rodovias, ruas e avenidas.

Esse movimento resulta na perda de áreas verdes, principalmente, em grandes centros urbanos e no aumento dos problemas ambientais enfrentados pelo mundo. Para combater esse problema, algumas companhias, organizações e pessoas vêm trabalhando com o transplante de árvores como uma alternativa sustentável.

A técnica permite remover árvores do terreno da obra e replantá-las em outro local, evitando o corte do tronco e garantindo maior longevidade de vida. O processo, no entanto, apesar de parecer simples, exige muito cuidado, já que a árvore pode ser danificada e até morrer em um procedimento malfeito.

Para evitar erros e problemas é preciso planejar tudo com antecedência, para que as novas raízes tenham tempo de crescer, facilitando a adaptação da planta ao novo habitat. Confira como fazer o transplante de árvores corretamente:

1. Comece o processo alguns meses antes do transplante. Cave um círculo ao redor da árvore, com cerca de seis vezes o diâmetro do tronco e com cavidade média de 60 cm de profundidade, já que as raízes principais estão mais próximas à superfície;

2. Corte as raízes com serrote de poda, instrumento específico para esse tipo de procedimento. Com o círculo já escavado e as raízes serradas, jogue terra úmida e adubo na valeta. Regue o local com frequência, dia sim, dia não;

3. Após seis meses, as novas raízes começam a brotar e a árvore está pronta para o transplante. Embale o torrão – bloco de terra e raízes – em um saco de juta antes da mudança. Por ser biodegradável, o saco não precisa ser retirado na hora da recolocação da muda;

4. Com o auxílio de cabos de aço envolva o torrão. Amarre cabos extras nos galhos para equilibrar a árvore enquanto ela estiver no ar. Ela deve ser içada por um guindaste para chegar até o destino. O novo local deve ter o solo fofo, adubado e irrigado.

Lembre-se: se o trajeto for longo, utilize um caminhão especial como meio transporte.

Foto: culturamix
Foto: culturamix

5. Plante a árvore na mesma posição em que ela foi retirada, facilitando a adaptação ao ambiente. Coloque escoras de madeira para que ela resista aos ventos. Essa estrutura de apoio deve permanecer até que a árvore se adapte, ganhe força e se sustente sozinha. Isso pode demorar, em média, um ano.

Esse cuidado para o transplante deve ser tomado porque existem leis que obrigam o responsável pelo processo a plantar novas mudas de árvores, caso a árvore morra. É importante lembrar também que o transplante de árvores pode ser realizado com árvores frutíferas ou não.