Reservatórios de SP registram aumento, mas situação ainda é crítica

244 views
Crédito: Flickr / Ninja Midia Cantareira opera com 9,5% da capacidade.

Com as chuvas dos últimos dias, o volume de todos os reservatórios de São Paulo voltou a registrar alta. De acordo com levantamento da Sabesp, o Cantareira, que no início do mês mantinha 5% da capacidade, opera hoje com 9,5%, registrando um aumento de 0,6 ponto percentual por dia.

O Guarapiranga registrou 192,8 mm enquanto a média história para o mês é de 192,5 mm, e opera com 56,8% de sua capacidade. Já o Alto Tietê, que abastece 4,5 milhões de pessoas na região leste da capital, passou de 16,3% para 17,2%.

O reservatório Alto de Cotia, que fornece água para 400 mil pessoas, opera com 36,2%, 1% a mais que na quarta-feira. O reservatório de Rio Claro, que atende 1,5 milhão de pessoas, conta com 34,8% da capacidade, após subir 0,2 ponto percentual. O sistema Rio Grande, responsável pelo abastecimento de 1,5 milhão de pessoas, apresenta 83,9% de sua capacidade.

Apesar do aumento, a possibilidade de um rodízio ainda não está descartada. De acordo com projeções do governo do estado, o rodízio só será evitado se as chuvas conseguirem elevar o nível do Cantareira a um patamar entre 13% e 14% até o final de março e se as obras emergenciais previstas para elevar a capacidade dos reservatórios não atrasarem.