Projeto Éden: bolhas gigantes recriam ecossistemas do mundo todo

860 Visualizações
Projeto Eden
Foto: facebook

Território administrado pela Grã Bretanha, ao sul do Reino Unido, a Cornualha investiu em iniciativas de sustentabilidade em diversas áreas em um único local. Por isso criou o Projeto Éden, maior bolha de plástico que imita uma enorme estufa que remete ao clima do Brasil, África, Malásia e Grécia, além de abrigar diversas espécies de plantas nativas dessas regiões. Além de ser um centro educacional, o projeto possui estratégias de conservação da natureza e de redução de impactos ambientais.

As bolhas gigantes feitas de etileno tetrafluoretileno (ETFE, um material mais eficiente do que o vidro, que regula a temperatura interna) custaram 80 milhões de libras quando foram construídas no início de 2000.

Fundada em 2001, a bolha foi criada pelo arquiteto Nicholas Grimshaw e o designer Tim Smit. Enquanto Grimshaw fez a estrutura, Smit buscou as referências na natureza para elaborar os três biomas principais: o Bioma do Mediterrâneo e o Bioma Local (em área descoberta) e o Bioma Tropical.

Na entrada da bolha (Bioma Local) a temperatura é praticamente igual ao lado de fora, porém, à medida que o visitante adentra a temperatura vai subindo e o clima fresco do sul da Inglaterra vai ficando para trás. A umidade do ar, que às vezes chega a 90% na bolha, causa maior sensação de abafamento. Já o segundo bioma tropical recriado tem 200 metros de largura, 150 metros de comprimento, chega a medir 55 metros de altura, e simula o habitat encontrado em parte do oeste africano, na Malásia e na Amazônia.

Projeto Eden
Foto: facebook

Ao longo da caminhada dentro da bolha a temperatura aumenta entre 30°C e 35°C, imitando o ambiente no qual crescem cacaueiros, palmeiras, seringueiras, bambuzais e bananais, típicos da Amazônia. Existem apenas três espécies de lagartos da Malásia na bolha, além de uma espécie de passarinho tropical.

O terceiro bioma representado no complexo simula o habitat do Mediterrâneo e possui 65 metros de largura, 35 metros de altura e 135 metros de comprimento. A temperatura dentro da estufa varia entre os 9°C, no inverno, e os 25°C, no verão. As plantas cultivadas lá são típicas do clima, que varia do quente e seco no verão, para o frio e chuvoso no inverno. A bolha do Mediterrâneo abriga mais de mil tipos de plantas, como parreirais e oliveiras.

Sustentabilidade na bolha: Eficiência energética e reuso de água

O complexo usa a água da chuva para manter higienizado o Bioma Tropical e para usar nas descargas dos banheiros. Além disso, a estrutura da bolha usa a eletricidade fornecida por uma das turbinas eólicas do Condado da Cornualha.

Educação ecológica

O projeto também possui uma área voltada para a educação ambiental de jovens, crianças e adolescentes, que interagem com o tema através de atividades sobre a conservação do meio ambiente e redução de impactos ambientais.

Projeto Eden
Foto: facebook