Nova Zelândia abriga cavernas que parecem um céu estrelado

845 Visualizações

 

Cavernas de Waitomo, localizadas na Nova Zelândia, possuem uma beleza extraordinária.

Uma das atrações mais visitas pelos turistas, as Cavernas de Waitomo, está localizada na região sul de Waikato, na Ilha Norte da Nova Zelândia. Fica a 12 km a oeste de Te Kuiti e parece um cenário saído de filme. São um dos mais belos espaços subterrâneos do mundo.

Mais conhecidas como Glowworms Caves, ou, no português, Cavernas das Lagartas Luminosas, seu interior é todo luminoso parecendo um céu estrelado. Esse fenômeno inacreditável é creditado a insetos bioluminescentes, chamados Arachnocampa luminosa, um tipo de vagalume, que produz uma luz azul-esverdeada e forma uma enorme população dentro das cavernas.

Formadas há 30 milhões de anos, as cavernas foram exploradas pela primeira vez em 1887, pelo chefe local Maori, Tane Tinorau, e por um agrimensor inglês, Fred Mace. Sua administração é feita pelo governo da Nova Zelândia desde 1906.

Luz emitida pelos insetos atrai presas

Glowworm é o nome que costuma ser dado a diferentes espécies de larvas de brilham, como é o caso dos vagalumes. Quando estão em fase larval emitem uma luz intensa e teias que servem de armadilhas para atrair as suas presas.

Essa luz é o resultado da oxidação de uma substância combustível que é produzida pelo próprio animal, chamada de luciferina. Ela reage com o oxigênio inspirado pelo animal. Interessante é que essas larvas, quando saem do casulo e viram insetos, vivem poucos dias e botam seus ovos nos tetos das cavernas.

Para conhecer mais sobre as cavernas, acesse http://www.waitomo.com/

Reprodução / Facebook Fenômeno acontece por conta dos insetos bioluminescentes que vivem na caverna.
Reprodução / Facebook Teto da caverna parece um céu estrelado.
Reprodução / Facebook Cavernas foram formadas há 30 milhões de anos.