A erosão pluvial e seus impactos ambientais no solo

10.476 Visualizações
Erosão no solo
Foto: Depositphotos

De maneira geral, erosão é o desgaste progressivo do solo, em que partículas que o compõe são desprendidas antes do cultivo da área. Isso pode acontecer por conta da ação da água, do vento, da ocupação irregular do solo, pelos animais e por técnicas agrícolas impróprias.

A erosão pluvial, provocada pela ação da chuva, é apenas uma das causas da degradação do solo. Quando a vegetação não consegue proteger o solo de forma correta, a água da chuva penetra no local e o destrói, retirando parte do material que o constitui. Ela pode causar desde pequenos buracos até rachaduras imensas no solo.

Dependendo da intensidade e da força com que a chuva cai, faz com que a superfície abaixe e obstrua a porosidade existente no solo. Como consequência dessa ação, o fluxo de água corrente aumenta, provocando a erosão pluvial.

Este fenômeno pode ser classificado em superficial, quando a vegetação não é suficiente para proteger o terreno e partículas do solo são levadas; laminar, em que a quantidade de material levado pela chuva é maior do que na superficial; sulcos, quando são abertos buracos no solo; e ravinamento, em que pedaços do terreno são carregados para longe e formam-se crateras de cerca de 50 cm de profundidade no solo.

Os impactos ambientais no solo são enormes. A erosão pluvial deixa marcas que ficarão para sempre e, em alguns casos, o solo não consegue se recuperar e nada mais poderá ser plantado ali. Outro agravante é o assoreamento de lagos e rios, o que contribui para a morte de dezenas de espécies de animais que viviam naquela região.

O desequilíbrio da flora também pode acarretar em enchentes e deslizamentos de terra. Além de diminuir a área de plantio e de moradia. Vale ressaltar também que, à medida que a água da chuva acumula no solo, a ação de erosão também se intensifica.

Curva de nível
Plantio em curva de nível. Foto: hrbbdhzq

A chuva ácida também tem se destacado quando se fala em erosão pluvial. Oriunda principalmente da poluição, a chuva ácida pode danificar a qualidade do solo.

Alguns cuidados podem salvar o solo e evitar a erosão pluvial. A preservação da cobertura vegetal, o uso de técnicas agrícolas, como curvas de nível (sistema de cultivo em que são feitas camadas no solo em formato de curva) e culturas de plantio (em que há o rodízio do que é plantado), e sistemas de drenagem podem aliviar a ação natural das chuvas.