Ecoesportes: entre em contato com a natureza e faça esportes de aventura

2.382 views

Nadar em rios, correr por estradas pouco exploradas, escalar morros, remar em meio a fortes corredeiras e até mesmo voar é possível para quem aceita o desafio de praticar um ecoesporte. Para saúde, os benefícios são enormes: os esportes de aventura trabalham a força, a resistência cardiovascular e flexibilidade, além de contribuírem para o raciocínio rápido, o equilíbrio, a concentração e a autoconfiança.

Estimulante e cheios de adrenalina, os esportes ecológicos não poluem, não agridem o meio ambiente e permitem um contato íntimo com a natureza. Na verdade, quanto mais preservado o local da prática, mais desafiador será o exercício e ainda mais interessante será a interação entre o homem e o meio ambiente.

Além de proporcionar um exercício prazeroso, a maioria dos ecoesportes permite a contemplação de paisagens exuberantes no mar, na terra, na mata e no ar. Ficou animado? Veja alguns exemplos de ecoesportes e comece a praticar!

Trekking: é uma caminhada longa feita em trilhas que podem ser de dificuldade leve, moderada ou alta. Normalmente o trekking ocorre em terrenos acidentados no meio da mata ou em montanhas. É uma pratica quase sem custos.

Trekking
Foto: worldteamsports

Rapel: descida com cordas normalmente praticada em grandes paredões, montanhas, canyons e fendas. Ele faz parte das atividades conhecidos como técnicas verticais.

Rapel
Foto: xevivarela

Escalada: ao contrário do rapel, a escalada é realizada para subir e não descer um morro, paredão ou estrutura íngreme e vertical. Necessita de equipamentos especiais para cada terreno, mas há quem pratique a escalada mais radical, sem o uso de equipamentos.

Escalada
Foto: esportesradicais

Rafting: esta modalidade normalmente é realizada em grupo. O rafting é um exercício de descida em corredeiras de rios sobre botes infláveis com a utilização de remos. Inclui a descida de pequenas quedas de água.

Rafting
Foto: klearchos

Arvorismo: a modalidade é nova no Brasil, mas já possui muito adeptos. Consiste em atravessar percursos montados próximos ou entre as copas das árvores utilizando técnicas de rapel e tirolesa.

Arvorismo
Foto: bonitobrazil

Mergulho: uma das praticas mais conhecidas no Brasil, consiste na exploração submarina utilizando ou não, equipamentos especiais. Existem três tipos de mergulho: mar aberto, em grutas ou em cavernas.

Mergulho
Foto: anapaulahrm

Surf: uma das mais conhecidas modalidades ecoesporte, o Surf é praticado no mar. Os surfistas buscam se equilibrar em pé sobre uma prancha e acompanhar a onda que irá “quebrar” na praia.

Surf
Foto: chausinho

Parapente: esta é uma modalidade de voo livre em que se usa uma espécie de paraquedas previamente inflado para decolar de cima de uma montanha, utilizando os ventos como propulsores. No parapente, o sobrevoo é mais longo do que no salto de paraquedas.

Parapente
Foto: b00nj

Asa Delta: também utilizado para voos livres, o asa delta possui uma estrutura mais rígida e parecida com o formato das aeronaves e, por isso, proporciona maior controle do voo. Pode ser praticado sozinho ou com um instrutor.

Asa Delta
Foto: anapaulahrm