Dia do Agente de Defesa Ambiental: conheça quem protege o meio ambiente

1.139 Visualizações
Meio ambiente
Foto: domingosmoreira

Todos os dias devemos exercer nossa responsabilidade socioambiental na sociedade através de práticas sustentáveis. Entretanto, existe uma data oficial para homenagear quem tem maior autoridade no assunto. Por isso hoje, 06 de fevereiro, comemoramos o Dia do Agente de Defesa Ambiental no Brasil. Responsável por proteger áreas verdes e a biodiversidade, o agente está presente em muitas áreas do território nacional, conforme estipulado na Constituição Federal de 1988, art. 225 referente ao Direito Ambiental.

O Agente de Defesa Ambiental nada mais é do que um guardião oficial do patrimônio natural de um país. Ele é responsável por impedir devastações, exploração florestal, caça ilegal, dentre outras irregularidades determinadas pelo Ministério do Meio Ambiente. A profissão de agente também entra na lista dos empregos sustentáveis, das quais as funções assemelham-se os guardas florestais, engenheiros e gestores ambientais, capazes de realizar relatórios sobre a situação de uma área verde e quais os riscos que ela pode enfrentar caso haja maior incidência de fenômenos ligados ao aquecimento global.

Outro compromisso do agente é, não só supervisionar, mas ensinar práticas sustentáveis nas demais esferas sociais. Por isso, ele está presente em setores públicos e privados como professores de ecologia e profissionais que coordenam projetos de educação ambiental destinados a crianças, jovens e até mesmo adultos. Além disso, você também pode ser um agente no seu dia a dia. Confira algumas dicas:

1- Recicle sempre: Aprenda a separar os materiais que serão levados pelo caminhão de coleta até os centros de reciclagem. Seja um exemplo dentro de casa, escola e até mesmo entre os seus amigos.

2- Denuncie queimadas: É impossível sozinho impedir os riscos de queimadas em grandes proporções de áreas verdes. Mas é possível avisar as autoridades locais quando observar algum foco de incêndio. No estado de São Paulo, por exemplo, bombeiros e agentes atendem ocorrências pelo número 193.

água
Foto: fpamplona

3- Reduza a emissão de gás carbônico: Estude seu trajeto e se possível, opte pelo transporte coletivo ou pela bike. Andar de bicicleta, além de não emitir gases tóxicos, como os veículos, também traz diversos benefícios para a saúde.

4- Reutilize água: Fique de olho em dicas de como usar uma única quantidade de água para diversas finalidades, como por exemplo, reaproveitando a água usada para lavar roupas na lavagem do quintal.

5- Participe de campanhas de conscientização ambiental: Em diversos locais, como escolas e ONGs estão disponíveis grupos de debates sobre temas ligados a preservação de recursos naturais, como impedir crimes ambientais, além da distribuição de cartilhas com temas referentes.