Desmatamento na Amazônia Legal sobe 358% em 1 ano

449 views
streetlife Desmatamento na Amazônia.

De acordo com o boletim do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), o desmatamento na Amazônia Legal em junho deste ano foi de 843 km², aumento de 358% em relação ao mesmo mês do ano anterior que era de 184 km².

Com uma área que corresponde a quase 60% do território do país, a Amazônia Legal é uma região que engloba nove estados brasileiros. Em 2014, a maior parte da devastação ocorreu no Pará (464 km²), seguido de Amazonas (136 km²), Rondônia (126 km²), Mato Grosso (115 km²) e Acre (2 km²).

O levantamento do Imazon aponta que as maiores perdas aconteceram em áreas privadas, seguido de unidades de conservação e assentamentos de reforma agrária. Os municípios que mais desmataram foram Altamira e Itaituba (PA), Porto Velho (RO) e Lábrea (AM).

Considerando o período de agosto de 2013 a junho de 2014, que corresponde aos onze primeiros meses do “calendário do desmatamento”, foram registrados 1.690 km² de área desmatada na Amazônia Legal, indicando assim que houve queda de 9% em relação ao período anterior (agosto de 2012 a junho de 2013) quando o desmatamento somou 1.855 km².

Já a respeito das florestas degradadas, em junho de 2014 elas somaram 48 km² mostrando que houve uma redução de 71% se comparado a junho de 2013 quando foi constatado 169 km² de degradação florestal.

Vale lembrar que o levantamento realizado pelo Imazon é paralelo ao oficial da devastação na Amazônia Legal, divulgado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a partir do sistema Deter, que detecta desmates em tempo real com a ajuda de satélites.

55953988@N00 Amazônia Legal.