Saiba como a erupção do vulcão no Monte Pinatubo causou um resfriamento global

3.789 views
wikipedia Erupção do Monte Pinatubo.

Situado na ilha de Luzon, nas Filipinas, entre as províncias de Zambales, Bataan e Pampanga, o Monte Pinatubo foi palco de uma das maiores catástrofes naturais do mundo, em 1991. O monte, que faz parte de um aglomerado de vulcões, costumava manter uma população de milhares de indígenas, designada de Aeta. Eles ocupavam a região desde a conquista espanhola das filipinas, em 1565.

Foi em março de 1991, que a tragédia teve início. Na época, uma serie de terremotos atingiu o Pinatubo. Aproximadamente um mês depois o monte acordou do seu descanso de mais de 600 anos, com pequenas erupções e centenas de terremotos diários. A primeira grande explosão, no entanto, aconteceu somente em junho, quando o monte passou a lançar uma nuvem de cinzas vulcânicas, gases e rochas pulverizadas a 20 km de altura.

A erupção do Pinatubo durou cerca de 4 dias e produziu uma cratera de 2.5 km de diâmetro. A nuvem de cinza cobriu uma área de 125 mil Km², transformando o dia em noite em uma vasta região. Carros andavam com faróis acesos ao meio dia. A ilha de Luzon era considerada a região da Terra “mais parecida com o inferno”.

O problema foi intensificado com a chegada de um tufão logo após as explosões, originando uma chuva de lama vulcânica – as cinzas misturadas a água deram origem a um fenômeno conhecido como Lahar. Apesar da dupla catástrofe, estima-se que tenham morrido apenas 300 pessoas.

Os efeitos, no entanto, continuaram. A erupção do Pinatubo alterou o clima da Terra, a nuvem de gases e cinzas vulcânicas se espalhou pelo globo e baixou em 0.5 °C a temperatura media global durante vários anos.

Isso porque, uma grande quantidade de aerossóis foi expelida, o que formou uma camada de neblina rica em ácido sulfúrico que se espalhou por todo o globo nos meses seguintes. O material lançado na atmosfera cobriu 42% do planeta dois meses depois da erupção.

Os problemas foram sentidos em diversas regiões do mundo e atribuídos aos efeitos atmosféricos causados pelo Vulcão Pinatubo. Em 1992, a Nova Zelândia passou por um inverno extremamente rigoroso e em 1993 os Estados Unidos enfrentaram as chuvas torrenciais que alagaram o oeste do país.