Conheça as principais plantas nativas do Brasil

85.947 views

O Brasil é o país mais rico em flora do mundo. A variedade do clima e relevo proporciona uma biodiversidade singular com mais de 56 mil diferentes espécies de plantas nativas, segundo informações do Instituto Brasileiro de Florestas, constituindo um importante patrimônio nacional.

Duas das mais conhecidas espécies nativas são o Pau Brasil e o Guaraná. A primeira é conhecida desde os tempos da colonização, além de ser uma das espécies mais ameaçadas de extinção. Já a segunda, proveniente da Amazônia, existe em abundância, pois foi introduzida em diversas regiões do país, tornando-se fonte de renda para milhares de famílias produtoras.

Tanto para fins medicinais, quanto cosméticos ou simplesmente para a ornamentação, as plantas do Brasil são utilizadas no mundo todo.

Com tantas espécies é difícil definir quais as mais importantes, mas é possível listar quais as plantas nativas brasileiras predominantes em cada tipo de vegetação e as mais necessárias para a manutenção dos biomas. Veja a lista completa:

Amazônia

É o maior bioma brasileiro, com mais de 30 mil espécies de plantas. Entre as principais plantas que compõem suas florestas estão: Monjoleiro; Maricá; Paricá Branco; Paricarana de Espinho; Feijão Bravo; Urtiga; Malva branca; Jetirana e Carrapicho de bode.

Urtiga
Urtiga. Foto: tuasaude

Caatinga

Ocupa 11% de todo o território nacional. O índice de desmatamento deste bioma alcança 46% da área ocupada. Entre as espécies mais conhecidas podemos citar: Baraúna; Carnaubeira; Juazeiro; Mangabeira; Umbuzeiro e Mandacaru.

Mandacaru
Mandacaru. Foto: irpaa

Cerrado

Neste tipo de vegetação são catalogadas mais de 11 mil diferentes plantas nativas do Brasil, formando o segundo maior bioma nacional. As mais conhecidas são: Cajueiro do Campo; Aroeira brava; Aroeira do cerrado; Mangabeira; Erva-mate; Jerivá; Palmeira jerivá; Coco gerivá; Baba de boi; Jaruvá; Ipê verde, Ipê amarelo craibeira, Ipê amarelo do cerrado, Ipê rosa e roxo; Caroba e Caroba da flor verde.

Ipê roxo
Ipê roxo. Foto: ufmg

Mata Atlântica

É um conjunto de formações florestais e de ecossistemas, além de ser o bioma nacional mais devastado. Com o desmatamento, sobraram apenas 22% de mata original e apenas 7% da área é realmente bem conservada. Ainda assim, esse bioma abriga mais de 20 mil de plantas do Brasil. Entre as mais encontradas: Araçá Branco; Cambuca; Batinga; Carambola da mata; Guapuriti e Pitanga anã do cerrado.

Pitanga anã do cerrado
Pitanga anã do cerrado. Foto: licoresesaboresemais

Pantanal

Apesar de ser o menor bioma em extensão, o Pantanal é uma das maiores áreas úmidas contínuas do mundo. De sua cobertura vegetal nativa, 86% estão preservadas. São exemplos de espécies nativas de maior incidência no bioma do Pantanal: Bocaiuva; Carvoeiro; Timbó; Cambará; Jequitirana e Cumbaru.

Bocaiuva
Bocaiuva. Foto: prosaepolitica

Pampa

Formado pelas serras, planícies, morros e coxilhas do Rio Grande do Sul, o pampa é uma área de campos temperados que abriga mais de três mil espécies de plantas. Mas apenas 36% da vegetação nativa está preservada. Suas principais espécies são: Quebra panela; Cajueiro; Vassourinha de Botão; Nhandavaí; Algarrobo e Mussambê.

Mussambê
Mussambê. Foto: glogster