Conheça algumas práticas conservacionistas do solo

9.914 Visualizações
Cultivo do solo
Foto: mundoeducacao

O solo é um dos elementos naturais mais importantes para a sobrevivência das espécies. O uso intensivo deste recurso, porém, somado ao desmatamento, queimadas e secas, pode provocar a perda de sua capacidade produtiva. Para garantir a recuperação de sua produtividade, são necessários procedimentos e práticas conservacionistas, que garantem a recomposição das condições físicas, químicas e biológicas da terra.

As técnicas conservacionistas mais utilizadas são adubação mineral, plantio em nível, adubação orgânica, pastagem, reflorestamento, adubação verde, sistemas de culturas, calagem, controle de queimadas, cobertura morta, rotação de cultura, pastagens, cordões de vegetação permanente, cultivo mínimo e plantio direto. A escolha dos métodos adequados leva em conta aspectos ambientais e socioeconômicos de cada propriedade.

Conheça um pouco mais sobre algumas destas práticas de conservação do solo.

Plantio em nível

Neste método, o cultivo é realizado em curvas de nível. Essas curvas funcionam como obstáculos à enxurrada, diminuindo sua velocidade. Desta forma, ajudam a reter os elementos solúveis e facilitam a infiltração da água no solo. O plantio em nível é considerado uma das práticas mais eficientes para a conservação do solo. Apesar de eficaz, para se alcançar resultados mais duradouros sua aplicação deve ser combinada a outras práticas.

Cobertura morta

Esta técnica consiste na cobertura do solo com resíduos orgânicos vegetais como serragem, capins, casca de arroz, bagaço de cana-de-açúcar, folhas de espécies caducifólias, resíduos de roçadas e cascas. Estes materiais garantem o controle da erosão, aumento da capacidade de infiltração da água, melhoria da estrutura e fornecimento de elementos nutritivos.

Reflorestamento conservacionista

Áreas degradadas e de baixa capacidade de produção devem ser recobertas com vegetação permanente, com a finalidade de recuperação para aproveitamento futuro. Normalmente é aplicado em nascentes de rios, topos de morros e margens de microbacias hidrográficas.

Cultivo do solo
Foto: senarms

Pastagem

A criação de pastagens em áreas agrícolas pode ajudar na recuperação de solos degradados. Seus benefícios dependem do manejo racional, que exige práticas corretas de adubação e escolha de vegetação adequada.

Cordões de vegetação permanente

Nesta técnica, as plantas são cultivadas em fileiras (cordões) e curvas de nível, garantindo um controle eficiente da erosão em áreas declivosas. As plantas indicadas para este método são as perenes e de crescimento denso, como cana-de-açúcar, erva-cidreira e capim-gordura.