Conheça 4 tipos de lixo orgânico

254 Visualizações

É classificado como lixo orgânico ou resíduo orgânico todo material de origem biológica, podendo ser proveniente da vida animal ou vegetal. Esses tipos de resíduo são gerados diariamente em todos os tipos de estabelecimento, e principalmente nos restaurantes, nas residências, instituições de ensino, empresas e até hospitais.

A reciclagem do lixo orgânico está conectada com técnicas de sustentabilidade, pois quando o seu descarte acontece em locais inapropriados, pode gerar impactos negativos no meio ambiente. Isto evidencia, sobretudo, a importância em reconhecer e distinguir os diferentes tipos de lixo existentes na classificação de materiais orgânicos. Para isso, conheça abaixo 4 tipos de lixo desta categoria:

Restos de alimentos

A categoria de resíduos mais produzidos pela população é a de restos de comida. Alguns exemplos desse gênero, são: restos de carne, cascas e pedaços de verduras e legumes, ossos, resto de frutas, sementes, cascas de ovos, sacos de café e chá, restos de pão entre outros.

Lixo de uso pessoal

Outro tipo de lixo orgânico, são os materiais utilizados para a higiene pessoal, ou seja, produtos descartáveis produzidos a partir de material reciclável usados para a limpeza pessoal. Esta classe de lixo necessita de um tipo de descarte diferente dos demais, pois nenhum dos produtos que pertence a essa categoria tem reutilização. Todos, sem exceção, após usados devem ser descartados corretamente. Entre os principais materiais, estão: papel higiênico, cotonetes, escovas de dente, absorventes, fraldas descartáveis, guardanapos, aparelho de barbear descartáveis etc.

Plantas

Apesar de se tratar de produtos de origem natural, materiais como folhas secas, madeiras, troncos, caules entre outros, são considerados como lixo orgânico. Por isto, esse tipo de matéria também deve receber atenção especial na hora do descarte.

Dejetos

Fato é que todo ser vivo produz dejetos. E, por mais que grande parte desses resíduos de origem humana seja destinada ao tratamento de esgoto, ainda existem regiões em desenvolvimento que não possuem saneamento básico, o que acarreta no descarte incorreto de dejetos.

Estes são apenas 4 exemplos de lixos que estão presentes constantemente em nossa rotina e que por muita das vezes acabam passando despercebidos em nossos hábitos de descarte, fazendo com que esses resíduos sejam finalizados de maneira incorreta.