Como funciona uma estação elevatória de esgoto?

10.692 Visualizações
Estações elevatórias
Foto: sorocaba

Além das estações de tratamento existe outro importante recurso utilizado no processo de saneamento básico no Brasil. São as estações elevatórias de esgoto.

Em cidades em que existe a coleta de esgoto, calcula-se que em média 80% de todo o consumo de água em uma residência seja coletado pela rede doméstica. Esse percentual faz com que quase todo o volume de esgoto captado seja composto por água. Apenas uma pequena fração se constitui de resíduos sólidos.

Após sair da rede de esgoto doméstica o material coletado segue até a estação de tratamento, mas não sem antes passar por uma série de ramais residenciais e por tubulações maiores, nos quais recebe um volume cada vez maior de resíduos sólidos. Para atingir as estações de tratamento, a rede de esgoto conta em grande parte com a força da gravidade, que age naturalmente levando água e resíduos. Em alguns momentos no entanto, é necessário que haja o bombeamento desse conteúdo pela tubulação.

Essas unidades de bombeamento são as chamadas estações elevatórias de esgoto e existem para bombear a água e os resíduos de tubulações muito profundas, que exigem a necessidade de um equipamento para transpor essa profundidade, ou ainda quando existe uma baixa declividade ou porção elevada do terreno para assim permitir que a gravidade volte a atuar no transporte do esgoto até chegar às estações nas quais ele será tratado.

Estação elevatória
Foto: sorocaba

Uma estação elevatória de esgoto também age na retirada de parte desses resíduos sólidos. Isso porque, em um dado momento, a quantidade de sólidos atinge um volume capaz de provocar entupimentos e causar outros danos às tubulações. Por isso toda a rede de esgoto está equipada com dispositivos que permitem a retirada de sólidos do sistema. A estação elevatória de esgoto funciona como uma espécie de filtro e geralmente está equipada com dispositivos de pré-tratamento como grades, barras ou cestos.

Estações elevatórias de esgoto são normalmente operadas pelas próprias empresas de saneamento e têm outra importante função ligada ao meio ambiente. Em muitas situações elas são necessárias em áreas próximas a mananciais, impedindo a contaminação desses locais, além de desviar o curso do esgoto.