Campanha brasileira pretende mostrar a importância da preservação da anta

1.185 views
Anta
Foto: joachim_s_mueller

Você já deve ter sido chamado de anta em alguma brincadeira entre amigos. O que provavelmente não sabe é que esse animal, ao contrário da fama que leva é tão inteligente quanto o elefante. Para conscientizar crianças e adolescentes sobre a importância desse mamífero na natureza e mostrar o quanto ele é dócil e amigável, a Campanha “Minha Amiga é uma Anta”, lançada no mês de agosto em um zoológico de Sorocaba (SP), fará parte de diversos programas de educação em muitos zoológicos pelo Brasil.

De acordo com Patrícia Medici, responsável por desenvolver a Iniciativa Nacional para a Conservação da Anta Brasileira (INCAB) e idealizadora do projeto, os zoológicos recebem por volta de 20 milhões de visitantes ao ano, que em sua maioria, são o público infanto-juvenil. Por isso, o espaço tem um grande potencial de disseminar a importância sobre a preservação da espécie, que é classificada como vulnerável à extinção.

Para Patrícia Medici, em entrevista ao G1 sobre a escolha do público e do local, “nada melhor do fazer uma campanha como essa dentro dos zoológicos para explicar quem é a anta e conscientizar as pessoas sobre os riscos que a espécie está sofrendo por causa das atitudes do homem”.

Segundo Rodrigo Teixeira, chefe da Seção de Biologia e Veterinária da Secretaria do Meio Ambiente de Sorocaba, além desse zoológico escolhido para sediar o evento por ter um trabalho específico de preservação, outros dez zoológicos participaram da campanha, sendo eles de Curitiba, Foz do Iguaçu, Americana, Itatiba, Guarulhos, Belo Horizonte, Limeira, São Carlos e Bauru.

Anta
Foto: joachim_s_mueller

Sobre a população desse mamífero em Sorocaba, Teixeira explica ao portal G1 que eles têm “um alto índice de natalidade de antas. São ao todo oito animais, entre machos e fêmeas, e este número é até muito, pois a anta é um animal solitário. Por isso, sempre disponibilizamos exemplares para outros zoos também terem a espécie para preservação”, explica o veterinário.

Os zoológicos que aderirem a iniciativa vão distribuir cartilhas da campanha, realizar diversas atividades que visam a conscientização da população com relação a preservação da espécie. Além disso, outro objetivo do projeto é desmistificar a ideia de que a anta seja um animal sem inteligência, quando, na realidade, é um animal inteligente e importante para as matas, de acordo com a pesquisadora Patrícia Medici.

Ameaça aos animais

A espécie Tapirus Terrestris está classificada na lista vermelha da IUCN (International Unit for Conservation of Nature) como vulnerável. Ainda que não sejam consideradas animal ameaçado de extinção pelo IBAMA, o atropelamento e a caça de predadores são as principais ameaças à preservação delas. Um dos principais motivos da ameaça à espécie é o desmatamento, pois elas perdem o seu habitat natural.

De acordo com o artigo do jornal O Eco, a população de antas sofreu uma diminuição de aproximadamente 30% nas últimas três décadas e estudos ainda sugerem que a questão pode se agravar nos próximos três anos.

Anta
Foto: zaqueiproença

Antas são jardineiras florestais

A América do Sul é o principal habitat do maior mamífero terrestre que alcança até 1,20 de altura, tem 2 metros de cumprimento e se alimenta de cerca de 9 kg de plantas, frutos e vegetais por dia. Quando ela engole os frutos, engole junto a semente e pelo fato de andar enormes distâncias, chega a defecar em vários lugares da mata. Dessa forma, a anta consegue disseminar um grande número de sementes por onde passa e por isso é considerada por muitos engenheiros florestais como jardineiras das florestas.