Buraco na camada de ozônio: quais as causas e consequências?

77.928 views

A camada de ozônio protege a Terra absorvendo os raios ultravioletas do Sol, ou seja, ela é uma espécie de escudo que cobre toda a superfície terrestre. Já o buraco na camada de ozônio é uma causa natural que ocorre em nosso planeta durante certos períodos do ano e que normalmente deveria desaparecer.

Planeta
Foto: IronRodArt – Royce Bair (“Star Shooter”)

Só que nas últimas décadas não é o que acontece. Atualmente se tenta evitar ao máximo a utilização do CFC (clorofluorcarbono), usado principalmente, em aerossóis, ar condicionado e gás de geladeira. Ele é a principal causa desse problema, e mesmo com isso o buraco na camada de ozônio continua só aumentando.

Outro grave problema que acarreta no aumento do buraco na camada de ozônio é a ampliação da industrialização e o número de veículos nas ruas, responsáveis pelo alto índice de emissão de gases poluentes do meio ambiente.

Urso Polar
Foto: 1000photosofnewyorkcity

O aumento do buraco na camada de ozônio gera grande preocupação principalmente pelo fato da radiação do sol não ser absorvida, causando graves problemas de saúde nas pessoas, como vários tipos de câncer de pele. Cientistas e médicos já notaram um aumento significativo do número de pessoas com essa doença nos últimos 20 anos.

Outra grave consequência ocasionada por esse aumento é o desequilíbrio do clima, o famoso efeito estufa, que já provoca o derretimento das geleiras polares, aumentando o nível de água nos oceanos.

Porém em nosso país a camada de ozônio não perdeu nem 5% do seu tamanho original de acordo com dados divulgados pela INPE (Instituto de Pesquisas Espaciais). Isso pode estar acontecendo pela baixa produção de CFC em comparação com os países considerados de primeiro mundo.

Por outro lado, devemos ficar atentos já que o Brasil aumentou significadamente o número de veículos e fábricas no território nacional. O país fechou o último ano com quase 4 milhões de carros emplacados e isso só tente a aumentar.

Por isso nunca é tarde para ressaltar a importância de seus atos, mesmo que eles sejam pequenos, tais como, evitar o uso de automóveis poluentes e adotar a reciclagem como um hábito diário.